Resenha de Show

Sepultura encerra a sua turnê com apresentação implacável em Porto Alegre

A noite de 16 de dezembro de 2017 começou com grande expectativa e a casa lotada para ver o Sepultura. O público não escondia a sua ansiedade pelo início do show já que a última passagem do grupo pela capital gaúcha havia sido em outubro de 2016.

No último show do ano para promover o álbum “Machine Messiah”, a banda veterana com mais de 30 anos de estrada, iria mostrar a razão pela qual é considerada uma das mais importantes do cenário do metal nacional e tão respeitada no mundo todo.

Com a chegada ao palco de Paulo Jr., Eloy Casagrande, Andreas Kisser e Derrick Green, o público delirou.

A música de abertura escolhida foi “I Am The Enemy”, seguida por “Phantom Self”, mostrando que “Machine Messiah” impõe respeito e rendeu muito material para ser tocado ao vivo. A empolgação do público foi a resposta de aprovação do novo trabalho do grupo.

O show todo seguiu em um ritmo alucinante com novos e antigos sucessos, deleitando o público com o peso e intensidade característicos da banda.

A “roda” ficou ainda mais agitada com o medley “Biotech is Godzilla/Polícia”, fazendo o público cantar a plenos pulmões grande o sucesso dos Titãs.

Outro grande clássico presente no show foi “Territory”, que fez a casa de shows Opinião tremer.  O encerramento da primeira parte da apresentação ficou por conta de “Arise”.

Logo de volta ao palco para o bis, Andreas Kisser anunciou “Under My Skin”, música feita para homenagear os fãs, especialmente aqueles que mostraram o seu amor pelo Sepultura tatuando o S do logo da banda.

Com “Roots Bloody Roots” encerrou o show e a “Sepulnation” que enchia a pista, aplaudia satisfeita a última apresentação da turnê de 2017.

 

Galeria de Fotos

O setlist completo do show foi o seguinte:

01 – I Am The Enemy

02 – Phantom Self

03 – Kairos

04 – Deperate Cry

05 – Machine Messiah

06 – Inner Self

07 – Sworn Oath

08 – Iceberg Dances

09 – Choke

10 – Dialog

11 – Resistant Parasites

12 – Biotech is Godzilla / Polícia

13 – Territory

14 – Refuse Resist

15 – Arise

Bis:

16 – Under My Skin

17 – Ratamahata

18 – Roots Bloody Roots


Bar Opinião

Data: 16/12/17

Horário: 20h

Rua José do Patrocínio, 834