Notícias

Sepultura se pronuncia oficialmente sobre o cancelamento do show no Líbano

Divulgação/Nuclear Blast


A banda brasileira Sepultura, que foi impedida de tocar no Líbano devido a uma ordem da Segurança Nacional do país, sob acusação de “insultarem os cristãos, adorarem o diabo, terem dado um concerto em Israel e ainda filmado um vídeo de apoio a esse país”.

Em entrevista à agência espanhola EFE, Bassem Deiabess, um dos fundadores da Skull Session, promotora do evento em que a banda brasileira tocaria, declarou: “Queremos deixar claro que as acusações são totalmente falsas”, defendeu-se o chefe da promoção do evento. “A banda não atuou em Israel e o videoclipe (Territory) critica o racismo no país, embora sem citar seu nome, além de os membros do Sepultura tomarem chá com os árabes.”

Segue abaixo a nota divulgada hoje pela banda:

Em nome da banda e equipe do Sepultura gostaríamos de manifestar ao nosso publico de Beirute a nossa profunda insatisfação pela situação a que fomos submetidos pelo escritório de segurança do Líbano que culminou com o cancelamento do nosso show que aconteceria ontem (28/abr) no The Palace – Hamra.

Em 35 anos de historia, foi a primeira vez que tivemos a nossa entrada bloqueada em um pais por uma falsa interpretação de nossos propósitos e valores. Sendo que o nosso intuito, sempre foi o de promover através da musica, a reflexão, a união e a liberdade de expressão sem fazer qualquer distinção politica, racial ou religiosa.

E para tentar minimamente compensar a todos que assim como nos, se frustraram com o ocorrido, gostaríamos de convida-los para assistir a transmissão ao vivo que faremos do próximo show de Dubai no dia 2/mai especialmente dedicado aos nossos fãs libaneses que não puderam nos assistir presencialmente.

INFORMAÇÕES DO LIVE STREAMINGLINK: YOUTUBE.COM/SEPULTURA
DIA: 2 DE MAIO
HORÁRIOS: Líbano as 22h/ Brasil as 16h/ Europa às 21h e Estados Unidos às 15h

Muito obrigado a Sepulnation, ao Bassen Deiabess e Skull Sessions, aos veículos de mídia ao redor do mundo que noticiaram o fato e a embaixada brasileira em Beirute por todo o apoio.

Andreas, Paulo, Derrick, Eloy e equipe do Sepultura