Resenhas

Deep Calleth Upon Deep

Satyricon

8.5

O nono trabalho de estúdio do Satyricon é uma grata surpresa, apresentando algo realmente novo e profundo.

Ao realizar a audição do álbum ‘Deep Calleth Upon Deep’, lançado em Setembro pela Napalm Records, tive a impresão de me deparar com algo que avança as fronteiras do black metal ou que certamente é uma evolução do gênero musical.

Faixas como “To Your Brethren In The Dark” ou “The Ghost Of Rome” apresentam um evidente avanço na composição, nos instrumentais ou até mesmo nas linhas vocais.

Talvez esta mudança tenha algo relacionado com a doença do vocalista Sigurd ‘Satyr’ Wongraven, diagnosticado com um tumor cerebral em 2015. Obviamente o material, de forma geral, ganhou uma maior profundidade lírica e criativa. Mas vale salientar que esta já era uma tendência notada em álbuns anteriores. A banda norueguesa parece caminhar para a criação de uma sonoridade própria.

Faixas:

01 – Midnight Serpent
02 – Blood Cracks Open The Ground
03 – To Your Brethren In The Dark
04 – Deep Calleth Upon Deep
05 – The Ghost Of Rome
06 – Dissonant
07 – Black Wings And Withering Gloom
08 – Burial Rite