Resenhas

Faith Bathed In Blood

Faith Bathed In Blood

9.5

Pesta é uma excelente banda mineira de doom metal que deve em breve brilhar no cenário headbanger nacional. O grupo fez um trabalho incrível em seu álbum ‘Faith Bathed In Blood’, que foi produzido por André Cabelo, do Chakal, grupo de thrash metal formado no início de 1985 em Belo Horizonte.

O peso é uma das principais características deste álbum, que tem letras baseadas em rituais pagãos, ocultismo e fervor religioso que demanda sacrifícios e oferendas com derramamento de sangue. Dizer que o grupo soa como Black Sabbath é chover no molhado, afinal todas as bandas de stoner e doom almejam esta sonoridade, mas eles vão além. Flertam com as influências de Pentagram, Buffalo e Iron Claw.

Os instrumentais estão impecáveis. Witches’ Sabbath, com Gustavo Bracher como guitarrista solo convidado, Hand of God, Moloch’s Children, e The Prayer (também com Bracher nos slides) são os destaques absolutos das oito faixas que compõe este segundo álbum da banda, que antes havia lançado ‘Bring Out Your Dead’.

Os vocais fortes e limpos de Thiago Cruz estão longe de soar como Ozzy Osbourne, mas são para mim uma mudança bem-vinda, nestes tempos em que só ouço vozes esganiçadas e distorcidas em outras bandas do gênero. Isso só traz autenticidade ao trabalho do grupo.