Resenhas

Leviatã

Exorddium

8.0

A banda mineira Exorddium apresenta um metal tradicional, mas com um diferencial, cantado exclusivamente em português em “Leviatã” (2017).

O grupo organizou uma campanha de crowfunding pelo site “Kickante”, para poder arrecadar verba suficiente para lançar o álbum em formato físico. Apesar da dificuldade de difundir a arte e a cultura no país, o grupo fez um trabalho elogiável. Destaque para um instrumental contagiante logo na faixa de abertura “Oceano das Almas Perdidas”.

Eles lembram muito a sonoridade da fase áurea do venezuelano Paul Gillman e da banda oitentista Arkángel. As letras nas faixas “Hail” e “Irmãos no Metal” remetem a uma temática muito similar a usada pelo Manowar. Conseguem divertir e agradar até os fãs que torcem o nariz para as músicas cantadas em nossa língua materna.

Faixas:
01 – Oceano das Almas Perdidas
02 – Leviatã
03 – Hail
04 – Irmãos no Metal
05 – Coração de Aço
06 – Brinde à Vida
07 – Filhos da Noite
08 – Dama das Sombras