Resenhas

Maze of Madness

Sinaya

9.0

Sou fã confesso de bandas com vocais femininos, mas neste caso me agrada muito mais por ser um grupo formado em sua totalidade por mulheres. Já abordei o tema aqui no Headbangers News, assim como tive oportunidade de entrevistá-las.

Resultado de um longo processo, após o EP Obscure Raids de 2013 e de inúmeras apresentações e turnês, finalmente a banda Sinaya conseguiu lançar seu primeiro full-lenght pela gravadora Brutal Records.
O resultado não poderia ser mais animador e com uma qualidade inquestionável, que já começa em sua capa elaborada por João Duarte, que foi responsável por trabalhos para o Angra, Korzus, Metal Church, entre outros.
Outro ponto alto é a qualidade técnica, que conta com a produção e masterização de Marcello Pompeu e Heros Trench(Korzus), com toda a cadência e pegada de um death metal brutal desde os vocais até as quebradas insanas de bateria. O álbum todo soa coeso e sem falhas em seu ritmo, com uma cadência e com composições que apresentam uma maturidade inacreditável para um disco de estreia.
Fazendo uma análise mais aprofundada, a banda tem todos os elementos para figurar entre as grandes em nosso cenário do metal nacional. Aliás, já abriu shows e festivais de respeito em seu retrospecto (Exodus, Master, Vader, Luca Turilli’s Rhapsody, Primal Fear, etc…), que já figuramos em nossa entrevista e que você pode conferir aqui.
É um álbum de banda brazuca altamente recomendado!

Faixas:
1. Abyss to Death
2. Always Pain
3. Bath of Memories
4. Buried by Terror
5. Crowd in Panic
6. Deep in the Grave
7. Infernal Sight
8. Life Against Fate