Resenhas

Outstrider

Abbath

8,5

Três anos após a estreia do seu álbum solo, Abbath substituiu toda a sua banda e gravou um novo álbum. Lançado esse mês pela gravadora Season of Mist, "Outstrider" chega com 8 faixas de black metal norueguês com elementos thrash e NWOBHM, além de prometer uma grande apresentação no Brasil no final deste ano.

Quase 25 anos depois de co-fundar a banda Immortal, Abbath deixou a banda e se lançou em 2015 para montar um novo grupo de músicos em seu nome e produzir novas músicas. Rapidamente  lançou o álbum “Abbath” em janeiro de 2016. Enquanto isso, os membros restantes de Immortal, Demonaz e Horgh continuam com a banda e lançaram o elogiado “Northern Chaos Gods’’ (2018). Podemos dizer que essa divisão fez bem para todos os envolvidos, e agradou os fãs.

Ninguém sabe o motivo que levou Abbath a substituir toda a banda, mas pode apostar que essa formação deu conta de fazer um ótimo trabalho e estou ansiosa para vê-los ao vivo. Esse lançamento segue o estilo do primeiro disco e uma arte na capa que é única e característica. Mas esse disco é ‘mais’ do que o anterior. Os instrumentais são imensos, possui mais solos épicos, tudo parece mais coeso, o som é mais melódico, deixando de lado alguns dos aspectos monótonos do black metal, sem contar a evolução nas composições.

Abbath está indo na direção certa para criar um som próprio na cena melódica de metal e segue com sua estética que agrada aos fãs das antigas e conquista novos, mas convenhamos que enquanto você pode tirar o Abbath do Immortal, você não consegue tirar o Immortal do Abbath. E essa comparação seguirá por uns anos (ou eternamente).

 

Faixas:
1. Calm in Ire (Of Hurricane) (04:32)
2. Bridge of Spasms (03:49)
3. The Artifex (04:09)
4. Harvest Pyre (04:12)
5. Land of Khem (04:08)
6. Outstrider (05:39)
7. Scythewinder (04:17)
8. Hecate (04:25)
9. Pace till Death (Bathory cover) (03:41)

Músicos:
Abbath (Vocal e Guitarra)
Ole Andre Farstad (Guitarra)
Ukri Suviletho (Bateria)
Mia Wallace (Baixo)