Resenhas

Zenith

Enforcer

7.8

Zenith, novo álbum da banda Enforcer, soa como o bom e velho metal old school. Diferente de alguns álbuns anteriores, a banda agora se aprofunda muito mais no hard rock, mas com as influências evidentes do "true metal", tentando manter suas composições com um cerne do som retrô dos anos 80.

“Die For the Devil”, por exemplo, é uma faixa bem roqueira de ode ao “Papai do Chão”, com riffs bem simples e com uma melodia que tocaria em qualquer rádio, caso a letra não fosse tão profana. Diversão fácil de ouvir, sem complicações.

“Searching For You” é extremamente acelerada e com uma pegada bem interessante, que dá maior peso ao álbum.

Já a faixa “Zenith of the Black Sun” soa como alguma coisa da discografia do Hammerfall. Neste ponto cabe ressaltar uma impressão bem pessoal. O álbum mescla raízes speed metal em algumas faixas, enquanto outras parecem com algo mais épico e misturado com aqueles sons “hair metal” de tema de rádio, que tocavam a exaustão antigamente.

“Forever We Worship the Dark” é um dos pontos altos do álbum, com um hino contagiante, gostaria de ter a oportunidade de ouvir esta música sendo executada ao vivo.

Neste novo trabalho obviamente o grupo está soando mais leve, parece mais contido, apesar de estar bem divertido, ainda sinto falta daquela pegada mais veloz, característica principal que  tornou estes suecos famosos.