Resenha de Show

Dead Can Dance leva exotismo musical para Lisboa em um show extraordinário

Jéssica Marinho/Headbangers News

Três anos após a passagem da dupla em Lisboa, o Dead Can Dance voltou para duas noites de show no Coliseu dos Recreios. Ontem, dia 1° de junho, aconteceu a primeira noite de um show incrível – e hoje à noite a banda sobe novamente aos palcos do Coliseu para quem não pode assistir na noite passada e para quem precisa de mais uma dose deste espetáculo. Os shows em Lisboa encerram a tour europeia do grupo.

Formada em 1981 e liderada por Lisa Gerrard e Brendan Perry, o Dead Can Dance conseguiu reunir diversas inspirações pela música, história e arte para criar um projeto único e diferente de tudo o que tinha sido visto na época, sendo denominados com um estilo de “paisagens sonoras construídas de grandeza hipnotizante e beleza solene; polirritmos africanos, folclore gaélico, canto gregoriano, música do Oriente Médio, mantras e art rock”.

Acompanhados pela banda multi-instrumental, a dupla percorreu os mais de 40 anos de carreira em um show cheio de energia, cores, um mix de instrumentos (os clássicos bateria, baixo e guitarra com sintetizadores, pianos, gongo, dulcimer e bouzoukie) todo o talento que já conhecemos do Dead Can Dance. Oferecendo uma mistura inebriante de influências e instrumentos musicais diversos, a banda mostra que apesar dos anos continua com o mesmo talento e uma energia que só presenciando o show é possível compreender.

Com nove álbuns de estúdio, Dead Can Dance apresentou os maiores hits e músicas que fãs esperavam para ouvir, em um setlist muito bem selecionado. A vocalista Lisa Gerrard segue com seus vocais multifacetados e uma própria linguagem encantadora. Brendan Perry com seu talento com instrumentos com cordas e seu vocal também inconfundível cheio de melancolia.

Assistir a um show do Dead Can Dance é uma experiência que todos os amantes de música devem fazer. É algo extraordinário, uma viagem a diversas culturas com sonoridades complexas. O público presente agradeceu com muitos aplausos e euforia, mostrando todo o amor pela dupla, e foi possível ver a satisfação de Lisa e Brendan em estar de volta aos palcos.

Jéssica Marinho/Headbangers News

Setlist

Yulunga (Spirit Dance)
Amnesia
Mesmerism
The Ubiquitous Mr. Lovegrove
Ondra Reist
In Power We Entrust the Love Advocated
Avatar
The Carnival Is Over
Cantara
Opium
Sanvean
Dance of the Bacchantes
Bylar
Black Sun
The Host of Seraphim

BIS:
Children of the Sun
The Wind That Shakes the Barley
Severance


PREÇOS
 

Cadeiras Orquestra - 70€
1ª Plateia - 60€
2ª Plateia - 55€
Balcão Central Imp - 50€
Balcão Central Par - 50€
Balcão Imp Visib Reduzida - 40€
Balcão Par Visib Reduzida - 40€
Camarotes 1ª Lado Imp 5 pax - 40€
Camarotes 1ª Frente Imp 6 pax - 50€
Camarotes 1ª Lado Par 5 pax - 40€
Camarotes 1ª Frente Par 6 pax - 50€
Camarotes 2ª Lado Imp 5 pax - 40€
Camarotes 2ª Frente Imp 6 pax - 50€
Camarotes 2ª Lado Par 5 pax - 40€
Camarotes 2ª Frente Par 6 pax - 50€

ABERTURA PORTAS :21:00

PRODUTOR: Pic-Nic, Produções S.A

Coliseu dos Recreios

Data: 01/06/22

Horário: 21h

R. das Portas de Santo Antão 96, 1150-269