Resenha de Show

Exciter: a volta dos maníacos do heavy metal ao Brasil

Dan Beehler, vocalista e baterista do Exciter

Dani Moreira

Dan Beehler, vocalista e baterista do Exciter

A noite de 25 de março de 2022 vai ser lembrada pelo retorno do Exciter aos palcos após um hiato pandêmico. O evento que trouxe Exciter como headliner contou com a presença de lendas e de sangue novo no cenário “metálico” dentre esses estavam as bandas Anthares , Flagelador, Velho, Rebaeliun e Disgrace and Terror e o “sangue novo” ficou por conta do Gravedäncer e The Damnnation.

A Abertura do evento, que teve a abertura dos portões iniciados as 17h, com o Power trio The Damnnation sendo a primeira banda subir aos palcos as 18h. Tocando faixas do seu EP de estreia Parasite e apresentando som do recém anunciado Way of Perdition. Um Show de Brutal de Trash/Death! Destaque para baixista Aline Dutch que domina com seu carisma e presença de palco passando energia extremamente contagiante!

Gutarrista e vocalista Renata Petrelli e a baixista Aline Dutchi

The Damnnation

Gutarrista e vocalista Renata Petrelli e a baixista Aline Dutchi

A Segunda banda da noite foi o “queridinho do underground” — Flageladör. Banda que do começo ao fim levantou o publico com seu setlist que contou com sons conhecidos como “Missão Metallica” , “Nas Minhas veias Corre Fogo” – o show infelizmente não contou com a presença do baterista Hugo Gollum (Cemitério) mas que foi substituído magistralmente por Vinicius Talamonte (Amazarak, Gravedäncer e Alcool)

A Terceira banda a botar a baixo o palco do evento no La Salsa foi o lendário Anthares, lendas que estavam desde de 2019 sem subir aos palcos contando com sucessos e musicas icônicas de suas carreiras abrindo com o “Caos da Razão” a banda chamou mais ainda o publico pra mosh! Dentre os sucessos tocados estavam Pesadelo Sul-americano, Fúria e No Limite da força , sons esses que fazem parte do nosso passado ,mas representam e muito nosso presente.

Chegamos na terceira banda e o headline da noite – Exciter que em meio ao calor ja Infernal qual ja estava instalado no La Salsa , de maneira inexplicável fez o lugar entrar em estado de Excitação único! Parecia que faziam 10 anos que o publico brasileiro nao os via , tamanha era a agitação do publico , e abro meu ponto de comentário pra ressaltar a energia do Allan Johnson e do Dan Bechier! que aos 60 anos conseguem ter energia de jovens de 20 anos! Dentre os destaques de performance o setlist é muito bem planejado mas na minha humilde perspectiva as faixas Violence & Force ,Die In the Night , Heavy Metal Maniac , I’m the best e Long Leave The Loud abriram uma cratera na casa de shows ,e terminaram de perfurar o núcleo da terra com Cover de Iron Fist do Motorhead era como se estivéssemos em meio a um ritual no qual o publico estava possuído pela energia e êxtase que emanava da banda ,enfim sem palavras para performance!

Vocalista e guitarrista Armando Macedo e guitarrista Allan Magno a banda Flageladör

Dani Moreira

Vocalista e guitarrista Armando Macedo e guitarrista Allan Magno a banda Flageladör

Após uma breve pausa para o descanso do publico, afinal o calor e a energia gastas nessas três poucas horas eram como se tivéssemos correndo duas maratonas, a banda GraveDäncer assume a tarefa de reaquecer o publico, Armando (Flageladör e Enxofre), com seu carisma trouxe animação necessária pra revitalizar a galera seu setlist contou faixas como Twilght of the Gods, Evil Spell e Diabolic Possession presente nas demos do Unholy Bond e e Ripping Metal.

Em seguida sobe Disgrace and Terror com seu Thrash Death veloz e brutal direto de Belém do Pará , a banda contou com faixas como Esqueleto Del Diablo, Legado do Mal e Psychomind. Faixas essas que notoriamente encantaram por sua brutal performance no palco do La Salsa.

Então assume os Palcos a banda Velho trazendo Black Metal Primitivo e Depressivo e assustador. “Decrepitude e Sabedoria”, “Senhor De Tudo” e “Vida Longa Ao Primitivo” foram alguns dos sons apresentados junto com faixas do novo álbum o Retorno da mesma Lua! cheia de energia Primitiva, a banda elogia o público que não se rendeu até o momento!

Chegamos ao final com a banda Rebaelium, banda essa que depois de uma grande perda do Fabiano Penna , e a entrada de Evandro Passos , tocaram faixas do novo trabalho “the Messiah” Path of the Wolf, Legion, Anarchy e Legacy of Eternal Wrath, Sempre contra o senso comum Lohy reforça o espaço critico do Metal para sociedade! Metal é resistência e nós somos a legião: FOR WE ARE MANY…WE ARE ONE!!

Foi uma noite memorável e tenho que admitir que foi uma sexta feira insana! Essa qual estou destruído fisicamente mas mentalmente extasiado com tal evento! graças a essa energia insana que foi esses dois eventos seguidos! Acredito que se você não pôde comparecer, não perca o próximo evento ! Grim Reaper No dia 25 de abril de 2022 que promete ser tão excelente quanto esse que tivemos

Galeria de Fotos


Exciter (Canadá)
Anthares (São Paulo - SP)
Flageladör (Niteroi - RJ)
The Damnnation (São Paulo - SP)

Local:


Ingressos:

- 1º Lote (Meia ou + 1Kg de alimento) - R$ 100,00
- 2º Lote (Meia ou + 1Kg de alimento) - R$ 130,00
- Na Porta (Meia ou + 1Kg de alimento) - R$ 160,00

La Salsa

Data: 25/03/22

Horário: 17H

Av Duque de Caxias - 89 Santa Cecilia