Entrevistas

Entrevista com a banda Where’s My Bible, uma das finalistas da competição finlandesa Come To Latin America

Divulgação

Para os amantes do metal extremo bruto e com qualidade, o Where’s My Bible é uma das bandas finalistas do concurso finlandês Come To Latin America,. O vocalista Jussi Jeesus Matilainen e o guitarrista Pasi Löfgrén conversaram com o Headbangers News e contaram mais detalhes e curiosidades da banda.

 

Vamos falar sobre o começo da banda. Poderia contar a história do Where ‘s My Bible?

Jussi: Bem, nós começamos essa jornada quando eu, Pasi e um outro cara nos reunimos pra fazer um som e nos divertir um pouco. Depois achamos outro guitarrista, o Toni, e vimos que o negócio já não era mais de brincadeira, estava se tornando um negócio sério. Então começamos a amadurecer e evoluir com a banda! E hoje estamos aqui (risos). Acho que isso foi em 2015, talvez, e começamos a levar a banda mais a sério em 2016.

E como surgiu a ideia do nome da banda? É um nome bem interessante!

Jussi: Primeiramente, a gente queria um nome que não existisse ainda e que fosse fácil de lembrar, e que também que não fosse um nome tão sério (risos). Mas tem uma coisa por trás do nome, queríamos questionar sobre o que as pessoas estavam acreditando, tipo, “onde está o seu grande livro?”.

Eu gostei bastante do EP Circle, achei bem interessante. Ele está seguindo algum tipo de conceito?

Jussi: Sim, o conceito gira em torno de problemas de saúde mental, focando principalmente na depressão. Os nossos vídeos também contam uma história sobre a depressão!

E quais são as maiores influências de vocês?

Pasi: Acho que hoje em dia as nossas maiores influências sejam a vida e a natureza, e o metal, claro (risos)

E na hora de escrever as letras, o que inspira vocês é falar sobre depressão, saúde mental, esse tipo de coisa mesmo?

Jussi: Sim, o Pasi citou que nossas influências são a natureza, mas eu diria também que é a natureza da mente humana (risos).

Agora, sobre a competição Come To Latin America, como está sendo a experiência pra vocês?

Jussi: Até agora está sendo bem legal, bem divertido. Nós não esperávamos ver resultados tão rápido, mas estamos vendo como as pessoas estão interessadas pelas nossas músicas..

Pasi: Sim, e estamos ganhando bastante seguidores, está sendo maravilhoso!

Como definiria a essência do Where ‘s my Bible? Vocês gostariam de ser lembrados pelo que?

Pasi: Pela nossa música (risos)

Jussi: Sim, pela nossa música (risos), mas do meu ponto de vista, gostaria de ser lembrado por fazer algo bom pelas pessoas, com a nossa música. Saber que alguém melhorou por causa de nossas músicas, seria uma coisa muito legal!

Qual a maior dificuldade que vocês enfrentam desde o começo da carreira?

Jussi: Acho que a parte de ser visto ou ouvido. Aqui na Finlândia nós temos muitas bandas boas, é difícil se destacar no meio delas..

Isso é bom, mas também ruim, né?!

Pasi: Sim, tem esse lado também (risos).

Quais são os planos da banda para o ano? Algum novo lançamento, turnê, show…?

Jussi: Nós temos dois shows em festivais em breve, em algumas semanas, aqui na Finlândia mesmo. Depois disso iremos focar no novo álbum que estamos fazendo agora. Talvez para lançar no ano que vem!

Estamos finalizando a entrevista, gostaria de enviar um recado pra galera?

Jussi: Claro, bom, fiquem por dentro do nosso som, “horns up”, ouçam metal…

Pasi: E votem na gente (risos).

Jussi: Espero que a gente se encontre logo na estrada! Será um prazer estar aí com vocês!

 

As votações da competição Come To Latin America se encerram no dia 2 de agosto, e você pode votar pelo site oficial: https://www.cometolatinamerica.fi/