Notícias

Anônimos Anônimos lança Arquipélago, último single antes do EP Baita Astral

O power trio punk rock paulistano Anônimos Anônimos lança Arquipélago, o quarto single lançado no streaming e em videoclipe pelo selo Repetente Records, fundado por três integrantes da banda CPM 22 em parceria com a Ditto Music. A faixa antecede o lançamento do primeiro EP, intitulado Baita Astral.

Ouça Arquipélago aqui: https://ditto.fm/arquipelago.

Bem diferente das outras canções já apresentadas, Arquipélago mostra o lado mais melódico da Anônimos Anônimos, sem ser exatamente uma balada – a música mantém a energia dos singles anteriores, com letras provocativas.

A letra fala sobre encontros e recomeços pós relacionamentos e sobre aquela faísca que impulsiona duas pessoas a baixarem a guarda e se aproximarem, mesmo com seus receios. É uma reflexão também sobre como se pode aprender com este processo, controlar expectativas e simplesmente aproveitar o momento.

O vocalista Flávio Particelli comenta sobre Arquipélago:

“Dentro do rock gostamos de diferentes sonoridades, por isso abraçamos a ideia e dinâmica de cada música como ela surgir, independentemente de ser pesada, distorcida ou clara e melódica. O importante é passar a mensagem da melhor maneira possível, seja para emocionar, instigar, provocar reflexões ou só divertir.”

Acompanhando o lançamento, estreou no YouTube um clipe dirigido por Rick Costa (que já produziu outros dois clipes da banda) junto ao vocalista, que também é redator. O vídeo traz a história de um casal que se aproxima por causa de feridas em comum.

Flávio também fala da produção do clipe:

“Sempre participo da roteirização dos nossos clipes, por ser algo que gosto e tenho experiência fora da banda, mas geralmente para por aí. Neste caso, depois de dois projetos muito bons da banda com o Rick, tive vontade me envolver um pouco mais nas etapas seguintes e ele gentilmente aceitou a parceria e meus pitacos. Só tenho a agradecer, pois aprendo muito com ele sempre, que é um profissional muito talentoso”.

A próxima etapa da banda será lançar o EP completo, com uma música inédita e, a partir de setembro, começar a se apresentar em shows.

A Anônimos Anônimos

“Estou farto de semideuses” Álvaro de Campos

Cada vez mais, a vida real parece um show onde todos são celebridades perfeitas e os coaches e tutoriais de sucesso proliferam tanto quanto os casos de ansiedade.

Foi nesse contexto que, em 2020, foi criada a Anônimos Anônimos, banda paulistana de punk rock/hardcore.

Apesar de nome relativamente novo no punk nacional, o Anônimos Anônimos carrega experiência e anos de estrada.

Flávio Particelli (vocal e guitarra) Roberto Bezerra (baixo) e Marcelo Sabino (bateria e backing vocals) já haviam participado de outras bandas prolíficas do cenário independente paulistano como Fullheart (1999-2006, com 1 EP e 2 discos) e Falante (2006 – 2009, com 2 EPs).

A proposta é servir como um grupo de terapia, em que as pessoas podem se livrar das máscaras e pressões da sociedade através da música barulhenta e catártica. Liberdade, cumplicidade e amizade em um espaço onde todos são iguais.

Tratam de temas do cotidiano, da vida sempre com uma visão analítica crítica, com humor ácido e questionador, que pode misturar otimismo com niilismo.

Os músicos ainda possuem outros projetos em atividade. O baterista Marcelo toca nas bandas punk Chuva Negra e Faca Preta, e o vocalista Flávio toca na dupla de folk A Ride For Two.

No começo de 2020 lançaram dois singles e um videoclipe de forma independente. Após isso, atravessando todo o período de pandemia em 2021, concentraram seus esforços em compor e gravar de forma segura e sem pressa o primeiro EP da banda “Baita Astral’.

O EP, que será lançado em 2022, possui cinco músicas e foi produzido por Phil Fargnoli, guitarrista da banda CPM22.

Mateus Brandão/Divulgação

Anônimos Anônimos nas redes

www.instagram.com/anonimosanonimosclub

https://linktr.ee/anonimosanonimos