Notícias

Century Media exclui as bandas Iced Earth e Demons & Wizards de seu cast de artistas

*Com informações do site Loudwire

As bandas Iced Earth e Demons & Wizards não estão mais listadas no site da Century Media Records após a participação do guitarrista Jon Schaffer na invasão do Capitólio em Washington no início deste mês.

Segundo o site americano Loudwire, a Century Media parece ter apagado todos os vestígios das duas bandas, que tem Schaffer como membro fundador. Iced Earth e Demons & Wizards não podem ser encontrados na lista de artistas atuais da gravadora, nem na lista de ex-artistas da Century Media. As mercadorias de ambos os grupos também não estão mais disponíveis na loja virtual da Century Media.

Schaffer foi preso por sua ligação na violenta invasão ocorrida em dia 6 de janeiro. Uma multidão de partidários do Pró-Trump invadiu o Congresso Americano refutando os resultados da eleição presidencial. Como resultado, cinco pessoas foram mortas, enquanto dezenas ficaram gravemente feridas. O músico se entregou às autoridades por volta das 15h do último domingo.

Ele enfrenta seis acusações, incluindo: Entrar ou Permanecer em qualquer Prédio ou Terreno Restrito sem Autorização Legal; Interromper a conduta ordenada dos negócios do governo; Envolvendo-se conscientemente em Ato de Violência Física contra qualquer Pessoa ou Propriedade em qualquer Prédio ou Terreno Restrito; Entrada violenta e conduta desordenada em um edifício do Capitólio; Envolvimento em um Ato de Violência Física em um Capitólio; e piquete em um edifício do Capitólio.

Uma foto amplamente divulgada de Schaffer no Capitólio mostra o guitarrista usando um moletom azul, luvas pretas sem dedos e um chapéu que diz “Oath Keepers Lifetime Member”. The Oath Keepers é uma organização milícia antigovernamental de extrema-direita que foi formada em 2009.

Membros do deste grupo The Oath Keepers já foram presos no passado em conexão com uma ampla gama de atividades criminosas, incluindo várias violações por uso de armas de fogo, conspiração para impedir a atuação de funcionários federais, posse de explosivos e ameaças a funcionários públicos.

Continua depois da publicidade