Notícias

Headbangers News Indica: lançamentos de rock e metal de bandas independentes

Headbangers News apresenta os melhores lançamentos de Rock e Metal das bandas independentes com um mix de músicas essenciais que você precisa conhecer. Talvez você até descubra uma nova banda preferida para adicionar na playlist. Confira todas as indicações em nossa playlist no Youtube.

01 – The Bartells – “Alibi”

Conhecidos por seu som pós-moderno viciante e peculiar, os ingleses Bartells compartilham o novo single, “Alibi”.

O som tem o típico sabor britânico, que é uma forte assinatura das maiorias da bandas do estilo, mas com uma personalidade muito bem marcada. “Alibi” traz guitarras, muito bem colocadas que criam o clima alegre e leve deixando a estrada livre para que as linhas vocais possam seguir no mesmo caminho formando uma unidade muito fortuita na medida, já as linhas de baixo e bateria dão toda a segurança que a banda precisa. “Alibi” tem qualidade sonora em todos os aspectos.

Formado em 2012 como atração principal de festivais locais, promovendo seu primeiro EP autofinanciado, os Bartells são liderados pelo afável carismático Alfie Edwards com o que parece ser um vocal principal dividido com o nome do rock n roll mais legal da história, Sr. Jonny Milano, com o Dazzler tocando suas linhas de baixo ao lado do baterista veterano Robby Boy Evans.

Acompanhe The Bartells nas redes sociais:

https://www.facebook.com/thebartells
https://soundcloud.com/user-914969851/alibi/s-WPrbOS6RoWA

02 – Death of Death – “Fire In The Sky”

O grupo inglês Death of Death compartilha o novo single “Fire In The Sky”, acompanhado de um videoclipe psicodélico, com imagens e ações que casam perfeitamente com a música.

“Fire In The Sky” é uma canção indie rock com tons góticos. Soa meio estranho, mas esse é o encanto no som de Death of Death. É possível encontrar diversas referências na música, que vão desde Jesus and Mary Chain e Bauhaus até bandas mais atuais de indie rock.

O tom gótico estão na energia nos vocais que transmitem um sentimento forte e pesado ao falar sobre a violência e porte de armas, como cita a música “Muito em breve, fogo no céu. Nem um dia passa sem um assassinato em massa com essas armas”. É uma canção para se ouvir diversas vezes e captar a mensagem que a banda quer passar.

A capa do single engana ao parecer que é uma música colorida e feliz. Assista ao videoclipe e irá fazer uma imersão completa para entender a mensagem.

 

Acompanhe Death of Death  nas redes sociais:

https://www.facebook.com/deathofdeathband
https://www.instagram.com/deathofdeathband/
https://deathofdeath.bandcamp.com/releases

03- Lucky Boy – “Supercalifragilisticpsycho”

O duo Lucky Boy compartilha o single de estreia, com um nome um tanto quanto inusitado: “Supercalifragilisticpsycho”.

Os dois amigos começam a carreira na música entregando uma música agitada e cheia de energia, começando com riffs abafados criados por Louie que nos fazem imaginar o que estar por vir. A bateria chega para completar, e por um momento imaginamos algo como Arctic Monkeys, até ouvimos os vocais de Charlie e imaginar algo como Radiohead.

Durante a audição, é notável o talento vocal de Charlie, que brinca com melodias e muda para um vocal que soa como Fall Out Boy, Panic! At The Disco. Se pensamos que é mais uma banda de indie rock, iremos nos enganar. Em sua metade, a música traz batidas dub step, mesclada com riffs e vocais eletrônicos. Que bagunça maravilhosa!

Para quem gosta de rock e novidades, deve conferir o trabalho desse duo, que entrega uma estreia bem trabalhada e deixa a curiosidade no ar do esperar para o próximo single.

Acompanhe Lucky Boy  nas redes sociais:

https://www.facebook.com/LuckyBoyMusicBand
https://www.instagram.com/luckyboy_music/
https://soundcloud.com/lucky_boy_music

04 – Avresa – “Patience (Delta Variant)”

O artista australiano Avresa revela uma nova melodia de protesto em seu novo single, “Patience (Delta Variant)”. “Com essa música, eu queria recriar a sensação de estar completamente oprimido pela quantidade excessiva de informações deprimentes que nos são transmitidas constantemente pela mídia de massa sobre a pandemia”, explica o artista. A faixa foi inteiramente gravada em casa e produzida pelo próprio artista durante a pandemia.

Embora a letra e a mensagem desta faixa sejam especialmente relevantes para os  tempos atuais e triste, “Patience (Delta Variant)” é uma audição bastante ótima, refletindo as composições inovadoras de Avresa e sua excelente musicalidade inspirada em rock alternativo e indie rock. Os refrões cativantes e memoráveis se unem a riffs de guitarra energéticos e tudo combina com um videoclipe atraente e de protesto.

“Patience (Delta Variant)” é mais um single do novo álbum de Avresa, intitulado ‘Perspective’.

Acompanhe Avresa nas redes sociais:

https://www.facebook.com/avresa
https://www.instagram.com/avresamusic/
https://avresa.com/

05 – Mike Robert – “Sex”

O cantor e instrumentista Mike Robert compartilha o novo single, “Sex”, uma música energética do irreverente rockstar.

Com uma pegada totalmente diferente de tudo que você já ouviu, Mike mistura rock, indie, pop e rap e uma única canção com a maior naturalidade. O artista multifacetado prova mais uma vez todo seu talento. “Sex” é um single inusitado, cheio de energia, com variabilidade sonora, instrumental impecável e que mescla voz limpa e rasgada.

Depois de servir como oficial de combate, o músico nascido em 1997, viajou pelo mundo ‘pré Covi-d 19’ em busca de si mesmo e de sua música. Aprendeu a produzir música e ser capaz de tocar todos os instrumentos para suas canções, o que fez com que contribuísse com diversos músicos. ‘Hiring Mistakes’ é seu álbum de estreia, com 12 faixas que captura o progresso do último trabalho do artista em um álbum conceitual.

Acompanhe Mike Robert nas redes sociais:

https://www.instagram.com/themikerobert/
https://soundcloud.com/themikerobert

06 – Selena Vaughn – “Blackstill”

A cantora e compositora Selena Vaughn compartilha seu novo e maravilhoso single “Blackstill”.

“Blackstill” traz linhas de guitarras distorcidas ao estilo indie rock, e vocais fortes de Selena dão toda a magia e energia na música. O estilo e sentimentalismo nessa música lembra os primeiros álbuns da banda Placebo – e isso fez com que eu me apaixonasse por Selena. Mesmo com referências de uma das minhas bandas preferidas, Selena consegue transmitir sua personalidade e identidade em sua música.

Selena Vaughn é uma mulher trans que cresceu em Birmingham, Alabama. Ela atualmente está matriculada na Lewis and Clark College em Portland, estudando Ciências Ambientais. Quando ela não está aplicando testes cobiçosos, trabalhando em seu local 7-11, Vaughn passa seu tempo livre escrevendo, gravando e produzindo música em casa.

Acompanhe Selena Vaughn nas redes sociais:

https://www.instagram.com/selenavaughnmusic/
https://soundcloud.com/ashton-hogland