Notícias

Headbangers News Indica: lançamentos independentes do rock alternativo

Headbangers News apresenta os melhores lançamentos de Rock e Metal das bandas independentes com um mix de músicas essenciais que você precisa conhecer. Talvez você até descubra uma nova banda preferida para adicionar na playlist. Confira todas as indicações em nossa playlist no Youtube.

 

 

01 – Suð – ‘Save the Swimmers’

A banda islandesa Suð está claramente se divertindo com o lançamento do novo álbum, intitulado ‘Save the Swimmers’. Este é o terceiro lançamento do grupo, e ao contrário dos anteriores, as letras das músicas são totalmente em inglês. Este novo disco mostra qque Suð está definitivamente melhor, provando que a banda evoluiu e traz uma trabalho mais profissional e talentoso.

‘Save the Swimmers’ é uma ótima mistura lo-fi com som do indie rock, grunge, pop e pós-punk e vocais cativantes que tornam a audição uma experiência muito agradável. As músicas são agitadas e cada uma tem sua peculiaridade, como em ‘ Clothes’ que traz uma pegada mais post punk, ‘Floor’ exala uma energia de indie pop e a faixa título ‘Save the Swimmers’ é um indie rock mais comercial que soa como as bandas Muse ou Arctic Monkeys. Em um conjunto de dez faixas, este lançamento apresenta mais uma banda polida e que soube captar essências e criticas para criar um trabalho inovador.

Suð é uma banda que foi formada originalmente no final dos anos 90, seguindo os fluxos de bandas lo-fi alternativas dos EUA daquela época, mas inevitavelmente a vida ficou no caminho, com membros da banda espalhados pelo sistema solar antes de se reformarem para uma festa de aniversário e decidirem escrever novas músicas, porque eles realmente não se incomodavam em reaprender as antigas. É formada por Helgi na guitarra e vox, seu irmão gêmeo,  Kjartan no baixo e teclados e Magnús na bateria.

Acompanhe Suð nas redes sociais:

https://www.facebook.com/Sudband
https://sudtheband.bandcamp.com/
https://www.instagram.com/sudband/

02 – SALT – ‘Fairytale on Fire’

A banda escocesa SALT lança o novo disco, intitulado ‘Fairytale on Fire’. Assim como seu som oldschool, a banda decidiu trabalhar completamente dessa maneira, pois este novo álbum saiu apenas em vinil no último dia 15 de maio. O link do Spotify disponível traz apenas quatro composições como degustação. Isso mostra o quão inusitada é esta banda, e como tem ganhando grande notoriedade no cenário da música.

‘Fairytale on Fire’ é um conjunto de onze canções onde a banda oferece uma ampla variedade de influências. É eclético e sombrio, como o disco anterior ‘Cellophane’, trazendo uma mistura de Nick Cave (com temas sombrios e pesados), Garbage ou Hole (com os vocais encantadores e de forte identidade), Pixies (eclético e tons mais animados) e No Doubt (ousadia e batidas de ska/reggae) – toda essa mistura é o que torna SALT uma das maiores bandas da atualidade. O vocal emocional e muito feminino soa como das bandas dos anos 90, que torna a audição uma experiência maravilhosa, pois os vocais casam perfeitamente com cada canção e hipnotiza o ouvinte. Durante a audição do disco, é possível encontrar uma referência diferente e é isso que torna SALT uma banda com forte identidade e agradável de ouvir – Ouvindo o disco me deu uma nostalgia imensa da minha adolescência.

SALT é uma banda pós-punk pop alternativa. Extremamente independentes gravam, produzem e lançam todo o seu trabalho. Eles são extremamente prolíficos, sem nenhum gênero intocado. Vale tudo se soar bem. Tendo apoiado Rose McDowall (Strawberry Switchblade) em sua recente turnê e tocado no prestigiado evento Fresh Produce de Edimburgo, o SALT aperfeiçoou seu show ao vivo. ‘Fairytale on Fire’ é completamente inovador. É um dos maiores lançamentos de 2022.

Acompanhe SALT nas redes sociais:

https://salt.sunnyleith.co.uk/
https://www.facebook.com/SaltEdinburghBand
https://www.instagram.com/salt_edinburgh_band/

03 – Signal Source Unknown – “Starless”

O projeto one man band Signal Source Unknown compartilha seu novo single, intitulado “Starless”, que chega acompanhado de um videoclipe. Inspirado na beleza da paisagem escocesa que cerca seu pequeno estúdio nos arredores de Edimburgo, o Signal Source Unknown traz um trabalho maravilhoso que leva o ouvinte a uma jornada musical de uma nostalgia assombrosa a uma esperança temerosa, e mantem sua proposta de lançar um novo single a cada seis semanas.

“Starless” é uma faixa instrumental que combina piano ambiente e batidas lo-fi com guitarras elétricas etéreas e bateria acústica para criar um som ambiente inovador. Inspirado por bandas como Dead Can Dance, Nick Cave e o escoces Cocteau Twins, “Starless” é uma viagem nostálgica mas que também é futurista, onde o artista soube usar diversos elementos e criar uma experiência de espaço-tempo complexa. Há um sentimento de solidão e triste na canção, que remete a uma noite sem estrelas, trecho de um letra que o artista encontrou em seu caderno, e inspirou o nome da canção. “Starless” é um achado e soa maravilhosamente bem, certifique de colocar em sua playlist.

O projeto solo de Edimburgo, Signal Source Unknown, ganhou vida em meio aos longos dias e noites de bloqueio de 2021. Surgindo do desejo de contrastar o medo e a incerteza da época com novas músicas que buscavam uma visão mais otimista do futuro. As primeiras faixas foram criadas usando um micro-teclado, um laptop e uma antiga unidade de efeitos analógicos. A ideia era simples. Escreva música para a trilha sonora de um futuro melhor. Signal Source Unknown parte para explorar uma paisagem sonora armada apenas com um mapa antigo, uma tocha de bolso e uma bússola com mente própria.

Acompanhe Signal Source Unknown nas redes sociais:

https://signalsourceunknown.com/home
https://www.facebook.com/signalsourceunknown
https://www.instagram.com/signalsourceunknown/

04 – Georgia Maria – “Thunderbolt”

A britânica Georgia Maria lançou um novo single, intitulado “Thunderbolt”. A canção  entrega vocais poderosos de Georgia com um instrumental com peso e melodias. Definitivamente, esta é uma artista que devemos manter a atenção, pois tem tudo para crescer no cenário do rock e metal mundial.

“Thunderbolt” é uma canção com referências do hard rock e uma pitada do rock alternativo, trazendo a sensação de nostalgia mas também todo o charme do rock moderno.  Os riffs iniciais são pesado e lembram os clássicos da banda KISS, ao decorrer da músicas somos embalados por riffs poderosos feitos por Georgia que também é uma guitarrista peculiar –  quando jovem, um casal no Canadá a presentearam com uma guitarra caseira projetada especialmente para ela, que ela toca até hoje. Seus vocais soam mais modernos como os de rock e metal alternativo, como os da grande Halestorm.

Descrita como “Joni-meets-Joan-Jett”, a roqueira turbinada de Londres Georgia Maria apareceu pela primeira vez em cena no início de 2019, armada com sua marca distinta de folk-rock ultra-melódico e com toque progressivo. A nativa de Camden – já uma espécie de veterana com anos de experiência tocando em bandas e fazendo sessões de guitarra e shows de função – canaliza suas diversas experiências musicais e educação “prática”, em um som que combina o conhecimento clássico de composição folk com rock’n ‘intensidade de rolagem e uma dose inegavelmente contagiante de atitude de pé-no-monitor na frente e no centro do palco.

Acompanhe Georgia Maria nas redes sociais:

https://georgiamaria.com/
https://www.facebook.com/GeorgiaMariaMusic/
https://www.instagram.com/georgiamariauk/

05 – Voodoo Bloo – “Small”

Voodoo Bloo é a nova banda da Nova Zelândia, que explode com intenção indiscriminada e um sentido final de hedonismo e emoção com o novo single “Small”, faixa que faz parte de seu próximo álbum ‘The Blessed Ghost’ a ser lançado em 15 de julho. Selvagem e anárquico, visceral e desequilibrado,”Small” é uma música melódica que borbulha junto com intensidade e vivacidade. Transmite nostalgia das bandas de rock dos anos 2000.

“Small” soa como se estivéssemos de volta aos anos 2000 com os hits que tocavam na MTV como Panic! At The Disco, Simple Plan e Fall Out Boy – e o Voodoo Bloo tem tudo para conquistar um lugar lado a lado com essas grandes bandas. Este novo single é sobre o complexo de Peter Pan, sabendo que você tem que crescer, não importa o quão difícil seja a mudança. Um sentimento que muitos tem em comum, e a Voodoo Bloo soube dividir esse sentimento com os fãs, com uma sonoridade de fundo bem melódica, com riffs memoráveis e vocais suaves que ficam em nossa mente.

O projeto de indie rock, Voodoo Bloo, arrebatou a cena musical da Nova Zelândia com sua mistura única de sons contundentes, composição emocional e caos distorcido dançante. Depois de lançar uma série de singles, e o álbum de estreia ‘JACOBUS’ a banda segue conquistando diversos fãs. ​Criado e liderado por Rory McDonald (de quem muitos se lembrarão de seus dias como vocalista da banda de rock Lucifer Gunne), Voodoo Bloo é influenciado por nomes como Arctic Monkeys e System of a Down, combinado com o estilo de composição de Car Seat Headrest e Neutral Milk Hotel.

Acompanhe Voodoo Bloo nas redes sociais:

http://www.voodoobloo.com/
https://www.facebook.com/voodoobloo
https://www.instagram.com/whoisvoodoobloo/

06 – Ceyeo – “Trying”

O artista Ceyeo lançou recentemente um novo single, intitulado “Trying”. Está é a quarta composição da série de singles lançada este ano, que anuncia o próximo álbum  chamado ‘Machine Learning’, a ser lançado em agosto de 2022.

“Trying” é uma música energética que traz um rock eletrônico e moderno. Com bons riffs, batida melódica e os já conhecidos vocais de Ceyeo, que são bem característicos e nesta canção ele mescla entre vocais falados e cantados. Com o equilíbrio perfeito de tudo, “Trying” é uma audição prazerosa e o final da música, meio que inesperado, deixa um gostinho de “quero mais”, fazendo o ouvinte apertar o play repetidas vezes. A artista mostra sua versatilidade em criar hits, onde cada single é algo peculiar e com um identidade única.

Ceyeo é um músico de Chicago conhecido por criar números distintos e únicos. Sua música se inclina para o rock, mas também tem elementos de hip hop. Ceyeo cria música em gêneros difíceis de experimentar, especialmente quando combinados, e essa é sua melhor característica. é notável como esse artista consegue ser criativo e incorpora algumas características da música indie rock, post-rock e pop-punk e hip hop, fazendo com que seus lançamentos sejam frescos e únicos.

Acompanhe Ceyeo nas redes sociais:

https://ceyeo.com/home
https://www.facebook.com/ceyeoactua
https://www.instagram.com/ceyeoactual/