Notícias

Jinjer encerra o ano com uma forte crítica social no clipe ‘Home Back’

Com a chegada do final do ano, a banda mais ocupada do metal moderno, Jinjer, está lançando um vídeo surpresa para seus fãs da faixa “Home Back”, o sétimo single extraído de seu álbum de estúdio aclamado pela crítica Macro.

O videoclipe oficial de “Home Back”, com letras escritas pela excepcionalmente talentosa Tatiana Shmayluk, não é apenas uma prova da criatividade do Jinjer e impulso para elevar o nível musical do grupo, mas também uma declaração audiovisual contra a guerra e tópico pessoal para cada membro da banda. Por causa de onde o Jinjer veio originalmente, a região ucraniana de Donetsk, eles não desconhecem as convulsões e o sofrimento causados ​​pelo conflito.

O baixista do Jinjer, Eugene Abdukhanov, disse:
“Guerra … A guerra nunca muda e nunca pára. Não importa o quanto luto, miséria, sofrimento e dor ela traga, sempre haverá indivíduos que colherão os benefícios ou apenas se deliciarão com seu poder. Eles levarão outros a marchar e matar em nome de … pelo bem de … se olharmos mais de perto … nada. É muito difícil para mim aceitar como as pessoas no século XXI ainda acreditam que há algo pelo que lutar em qualquer campo de batalha. Todos nós dependemos de algumas das principais economias do mundo e de suas moedas nacionais. Todos nós estamos à distância de toques nas teclas na Internet. E ainda … todos os dias as pessoas são levadas a matar seus verdadeiros irmãos e irmãs em nosso único e no território comum que chamamos de Terra. Em seguida, 2020 chega e há um vislumbre de esperança de que isso possa ser um ponto de mudança. Que uma ameaça comum nos unirá e este pode ser o início de uma nova era … mas não. Eles ainda marcham e matam. Cada guerra é uma tragédia e um crime contra a humanidade na minha opinião. Quaisquer que sejam suas crenças ou ideologias, nada justifica tirar casas, saúde e vidas de crianças inocentes que inevitavelmente sofrem em todos os conflitos militares. Imagine centenas de milhares de crianças refugiadas em todo o mundo gritando ao mesmo tempo: Eu quero minha casa de volta! ”

O componente visual da faixa não apenas mostra o lirismo ousado da banda, mas também seu conhecimento conceitual – entre a apresentação na mídia e uma antítese artística – o Jinjer define um ponto de exclamação claro com “Home Back”.

Anna Kapranova/Napalm Records

Formação:

Tatiana Shmayluk – Vocal
Roman Ibramkhalilov – Guitarra
Eugene Abdukhanov – Baixo
Vlad Ulasevich – Bateria

JINJER online: 
FACEBOOK
TWITTER
INSTAGRAM
HOMEPAGE
NAPALM RECORDS