Notícias

Lethal Fright lança álbum de estreia “Past Through the Future (The Desert)” com participações de peso

Banda do vocalista Douglas Arruda estreia “Past Trough the Future (The Desert)” com participações mais do que especiais de Derek Sherinian (Sons of Apollo, ex-Dream Theater), Aquiles Priester (Edu Falaschi, Hangar), Dirk Verbeuren (Megadeth, ex-Soilwork), Milan Polak, Ron “Bumblefoot” Thal (Sons of Apollo, ex-GNR), Andria Busic (Dr. Sin) e Ivan Busic (Dr. Sin)

A banda Lethal Fright, do vocalista brasileiro Douglas Arruda, que também assina todas as composições, acaba de lançar em todas as plataformas de streaming o álbum de estreia “Past Through the Future (The Desert)”. O trabalho foi produzido com a ajuda de Andria Busic da Busic Produções, mixado por Adair Daufembach (Project46, Hibria) e masterizado por Tony Lindgren (Sepultura, Angra, Dimmu Borgir) no Fascination Street Studios, na Suécia. A capa de “Past Through the Future (The Desert)” foi desenhada por Gustavo Sazes.

Ouça “LETHAL FRIGHT – Past Through the Future (The Desert)”https://lethalfright.hearnow.com/

Supervisionado pelos irmãos Busic, a Lethal Fright lançou dois singles em 2019, primeiro com “Braves Gonna Roll” (com tema no jiu jitsu brasileiro) e “I Am Not Done with Your Story”. O sucesso desse esforço levou à ideia de produzir um álbum full-lenght. O trabalho ganhou corpo e conta com as participações especiais do tecladista Derek Sherinian (ex-Dream Theater), os bateristas Aquiles Priester (Edu Falaschi, Hangar, ex-Angra) e Dirk Verbeuren (Megadeth), os guitarristas Milan Polak e Ron “Bumblefoot” Thal (Sons of Apollo, ex-GNR), além dos irmãos Andria Busic e Ivan Busic que tocam em várias faixas.

O resultado foi um trabalho com letras e sonoridades diversificadas, ora remetendo ao rock progressivo, ora para o Heavy Metal clássico. Entretanto, o trabalho se mostra bastante fluido, já que a maioria das músicas são diretas e não se alongam. Há influências de Sepultura ao Van Halen, desenrolando temas surpreendentes. Além do Douglas Arruda, a Lethal Fright conta com o habilidoso guitarrista maranhense Nunes Italiano, que se juntou ao projeto no final de 2020.

“Foi bem interessante que este projeto foi todo trabalhado à distância. Deu super certo. Eu e o Ivan gostamos muito das composições, e gravamos também. Desejo boa sorte para o Douglas e Lethal Fright, o trabalho ficou muito bom”. (Andria Busic)”

Natural de Mogi das Cruzes, é atualmente radicado em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. Douglas deu início a essa realização em meados dos anos 90. “A ideia de ter uma banda e produzir minha própria música desde meados dos anos 90, quando comecei a ouvir bandas de metal. O festival “Monsters of Rock”, que aconteceu em São Paulo, no Brasil, nos anos noventa teve uma grande cobertura e foi uma influência. Não pude ir ao evento, mas eu vi os vídeos daquelas grandes bandas tocando lá, achei demais. Foi aí que pensei que, de alguma forma, gostaria de fazer o mesmo”, disse o vocalista. Uma curiosidade é que a primeira apresentação da Lethal Fright foi em 2003, como banda de abertura para o Shaman.

Veja lyric vídeo da música “Aquatic Trees”https://youtu.be/wdEhV8Zi61g

“O nome “Lethal Fright”, foi inspirado em um livro de terror mostrado por um amigo da escola em 1996. Anos depois, morando em São Luís do Maranhão por volta de 2003, tive a chance de formar uma banda, e esse se tornou o nome. Foi por um curto período de tempo (2 anos ou mais), basicamente tocando covers. Foram várias formações até que a banda encerrou em 2005, e esse foi meu último esforço como banda … Até que em 2018 decidi trazer esse nome de volta como um projeto musical com música autoral. Eu sou quem comanda todo o processo: composição, arranjo, canto e toco, completamente. A ideia era fazer um EP e rapidamente virou um full-length. Tem sido uma experiência interessante, por isso estou muito orgulhoso e motivado com o desafio”, completou.

Mais recentemente, o guitarrista Nunes Italiano se juntou ao projeto. Ele participou da última formação da banda (em 2005), onde se apresentou algumas vezes. “Durante todos esses anos, eu fiquei imaginando se seria possível ter continuado. E eu definitivamente pensava em trabalhar com o Nunes novamente. Naquela época ele já era um dos melhores guitarristas em São Luís, Maranhão. Por acaso tivemos uma conversa no ano passado e foi muito natural chamá-lo como integrante do projeto. E rapidamente ele estava contribuindo, e regravando algumas músicas como Braves Gonna Roll e One Chance, que ficaram espetaculares!”

Tracklist de “Past Through the Future (The Desert)”:

1 – Past Through the Future (The Desert) (feat. Derek Sherinian, Aquiles Priester, Milan Polak)
2 – I Am Not Done with Your Story (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic)
3 – Escape From the Circle of Lies (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic, Milan Polak)
4 – Resilience (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic)
5 – One Chance (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic)
6 – Once a Heart (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic, Milan Polak)
7 – Voices in the Fray (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic, Milan Polak)
8 – Generations (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic)
9 – Aquatic Trees (feat. Derek Sherinian, Dirk Verbeuren, Ron ‘Bumblefoot’ Thal)
10 – My Pride My Hell (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic, Andria Busic, Ron ‘Bumblefoot’ Thal)
11 – Braves Gonna Roll (feat. Derek Sherinian, Dirk Verbeuren)
12 – Lethal Fright (feat. Derek Sherinian, Ivan Busic)

LETHAL FRIGHT é:
Douglas Arruda: baixo, vocal, teclados
Nunes Italiano: guitarras

Links relacionados:
Site Oficial: https://lethalfright.com/
Twitter: https://twitter.com/lethalfright
Instagram: https://www.instagram.com/lethalfright
Facebook: https://www.facebook.com/lethalfright/