Notícias

Marc Rizzo explica sua saída do Soulfly: “Não tive apoio da banda”

Após Max Cavalera revelar que o amigo de longa data Dino Cazares, do Fear Factory, iria substituir Marc Rizzo em alguns shows do Soulfly, surgiu a dúvida sobre o que teria acontecido.

Recentemente, o guitarrista  Marc Rizzo revelou que está de saída do Soulfly, no qual foi integrante entre 2004 e 2021. Marc falou sobre a sua separação da banda em recente entrevista concedida à Pedro Gutierrez, apresentador do canal Rock Talks.

Durante a conversa, Marc afirmou que durante a pandemia, não recebeu apoio financeiro da banda, “Tem sido um ano muito difícil. Não tive apoio de Soulfly. Nunca recebi um telefonema de alguém da banda durante a covid. Isso abriu-me os olhos sobre o que devia fazer em 2021. Não falo com o Max desde março de 2020, quando tocamos no Hell & Heaven, no México. Não tenho contato com ele. Acho que ele não tem telefone, por isso não dá para ligar”.

Na sequência, o guitarrista explica que arrumou um emprego secundário, para conseguir se sustentar “Não houve qualquer tipo de financiamento para membros da banda ou equipe. É a cena honesta do que aconteceu. Tive de retroceder e arranjar um emprego. Fiz reformas de casas, trabalhei duro, umas 10 horas por dia. Eu estava trabalhando muito, fazendo serviços de encanamento, eletricidade. Por fim, meu bom amigo Nic Bell da Godsize Booking [empresa de eventos] disse: ‘Ouça, cara, posso colocá-lo de volta na estrada para os estados dos EUA que estão abertos’. Então ele me levou para Montana, Texas, Flórida, para fazer meu projeto solo. E eu pude largar meu emprego e voltar a tocar música para viver e ganhar dinheiro”

Ano passado, o Soulfly lançou o disco ao vivo, ‘Live Ritual NYC MMXIX’, no qual Marc revela não ter recebido nada pelo trabalho na banda. Esse acontecimento foi decisivo para sua decisão de sair da banda “Nos primeiros seis, sete meses da covid, eu decidi: ‘Não quero fazer mais isto. Dei 18 anos da minha vida.’ E foi excelente. Nos bons anos, foi excelente. Mas os últimos, não foram muito bons. Estive fora da minha família. Era impossível ter uma vida pessoal, ver a minha família, fazer planos com a minha família. Prefiro concentrar-me no meu projeto a solo e passar tempo com a minha família, onde sou feliz, onde tenho crédito por tudo o que faço”.

Max Cavalera também comunicou sobre a saída de Marc Rizzo, em seu programa Max Trax, informando que o guitarrista saiu por da banda por razões pessoais. “Agora quero abordar algo que está acontecendo com o Soulfly. Claro, é sobre Marc Rizzo. Ele não deixou a banda. Decidimos nos separar por motivos pessoais. Desejo ao Marc o melhor em sua carreira. Quero agradecer ao Marc pelos 18 anos com o Soulfly”.

Marc Rizzo foi integrante do Soulfly entre 2004 e 2021. Gravando os álbuns ‘Prophecy’, ‘Dark Ages’ (2005), ‘Conquer’ (2008), ‘Omen’ (2010), ‘Enslaved’ (2012), ‘Savages’ (2013), ‘Archangel'(2015) e ‘Ritual’ (2018).