Notícias

Marcelo Souza lança segundo álbum solo

O guitarrista Marcelo Souza apresenta seu segundo álbum solo, “Human Vs Machine” gravado, mixado e masterizado no estúdio Oversonic, em São José dos Campos (SP), e coproduzido por Vagner Alba. Souza explica que quando começou a criar o álbum, precisava de um tema, um conceito para passar uma mensagem impactante e, ao mesmo tempo, realista. “A ideia era fazer as pessoas refletirem e observarem o mundo atual, percebendo os efeitos da notável e crescente evolução da tecnologia. Ela muda constantemente nossos hábitos, nos afasta presencialmente e nos imerge no mundo virtual. Isto nos torna mais frios e menos sensíveis à realidade. Foi assim que nasceu ‘Human Vs Machine’.”

Ao lado do guitarrista estiveram Lucas Barbosa (baixo), Argos Danckas (bateria e teclados) e os músicos convidados Luiz Carlini, que fez o Lap Steel guitar em “74′ White Maverick”, e Mario Pastore, que registrou as vozes na faixa-título e em “Stronger”. “Argos Danckas e Lucas Barbosa, além de grandes amigos, formam uma ‘cozinha’ poderosa e versátil, o que facilitou meu trabalho”, avaliou Souza. “Mario Pastore foi convidado para colocar sua incrível voz no projeto, pois, além da amizade, sempre admirei seu trabalho com o Pastore, e outras bandas/projetos que ele participou. Já com Luiz Carlini, eu sempre tive vontade gravar algo com ele, pois sou fã desde adolescente dos trabalhos dele com Camisa de Vênus, Tutti Frutti, Lobão, Guilherme Arantes e outros. Tive o prazer e honra de ter um belo solo de Lap Steel em ’74’ White Maverick’, o que me deixou muito contente”, acrescentou.

Mario Pastore afirmou que “gravar com Marcelo Souza foi algo fantástico”. O experiente vocalista conta que Souza participou de seu extinto programa Pastore Action. “Ele participou de uma entrevista na época em que estava com o Attomica, e já adquirimos uma amizade de imediato. Sentimos que havia afinidade e, então, quando ele me fez o convite para gravar duas músicas do álbum, me senti honrado”, comentou. “Escutei as músicas e senti, principalmente, o poderio da ‘Human Vs Machine’. Foi muito bom gravar e ver que a repercussão está sendo muito boa. Me sinto feliz por isso”, acrescentou.

“A faixa-título fala sobre o Homem e a sua ambição pela tecnologia que, com sua evolução, pode trazer efeitos colaterais, como a dependência cada vez maior de aparelhos eletrônicos, do domínio do mundo virtual e o afastamento social, tornando as pessoas mais frias e desumanas, com o convívio cada vez menos presencial”, detalhou Souza.

Curiosamente, quando o sueco Yngwie Malmsteen soltou seu primeiro disco solo, após passagens pelo Steeler e Alcatrazz, duas faixas tinham Jeff Scott Soto nos vocais. A coincidência para por aí, porque em ‘Human Vs Machine’, sucessor de “Circle of Fire” (2011), as referências de Souza foram outras, notadamente de nomes como Joe Satriani em “Take a Chance”, além de Steve Vai e Nuno Bittencourt em “High Tension”. “Enquanto ‘Take a Chance’ trata sobre ter uma chance de algo que almeja e que não deve desperdiçar, ‘High Tension’ refere-se à nossa vitalidade e energia que precisamos para fazer nossas atividades do dia-a-dia. Ela tem uma atmosfera mais fusion, algo mais suingado, e os temas ficam alternando entre escalas (modos) mixolídio e lídio”, detalhou Souza.

Embora não seja um álbum conceitual, os títulos e letras sugerem temas relevantes e, de certa forma, interligados. “Cada música foi criada com sonoridades e sensações diferentes. Em alguns momentos, tensas e pesadas; em outros, suaves e tranquilos, sempre tentando equilibrar minhas influências de maneira mais pessoal, com minha identidade”, concluiu o guitarrista.

Site: www.marcelosouzagt.com.br
Instagram: www.instagram.com/marcelosouzagt/
Facebook: www.facebook.com/marcelosouzaguitar

E-mail: marcelosouza_guitar@hotmail.com