Notícias

Monster Magnet lança lyric video para ‘Motorcycle (Straight to Hell)’

A Napalm Records anunciou recentemente o próximo trabalho dos ícones do rock psicodélico Monster Magnet, “A Better Dystopia” (que será lançado em 21 de maio de 2021): uma coletânea deliciosamente (e psicoticamente) madura de proto-metal dos anos 60 e 70 e obscuridades da era tardia da psicodelia com covers executados pelas próprias lendas pesadas de Nova Jersey. ‘A Better Dystopia’ mostra a banda homenageando algumas de suas músicas favoritas de todos os tempos, enquanto reflete sobre a paranóia, distopia e revolução de agora e do passado.

Antes que ‘A Better Dystopia’ seja lançado nesta sexta-feira, o Magnet está dando a você mais uma chance de conferir uma versão cover de uma faixa clássica. Confira o vídeo da visão de Dave Wyndorf sobre “Motorcycle (Straight to Hell)”.

Dave Wyndorf comentou:
“Estou empolgado para liberar nossa versão de ‘Motorcycle (Straight To Hell)’. Table Scraps são uma banda realmente ótima e provam mais uma vez que a fúria do punk de garagem vive!”

Pré-venda de ‘A Better Dystopia’ AQUI

Dave Wyndorf fala sobre o nascimento de ‘A Better Dystopia’:
“Todos concordamos que ficaríamos muito entediados dentro de um mês de bloqueio. O Monster Magnet adora a estrada. É um estilo de vida. Então, considerei nossas opções. Em vez de pedir esmolas na internet, vendendo máscaras e prática de zoom-rock por dólares, sugeri que gravássemos um “disco bunker”. Um caso totalmente ‘faça-você-mesmo’ (apenas a banda) gravado e mixado no pequeno mas potente Freak Shop Studios / espaço de ensaio de Bob Pantella bem aqui em New Jersey. Mas o que gravar?

Eu não estava com muita vontade de escrever, mas trabalhar em qualquer coisa era melhor do que assistir ao noticiário enquanto os hospitais enchiam, pessoas morriam e a política americana enlouquecia. O mundo rugiu “Distopia! Apocalipse! Revolução!”. Eu tinha ouvido essas palavras antes, e elas me traziam à mente minha infância no final dos anos 60 / início dos anos 70 … e a música … e uma pequena lista de reprodução de músicas (apenas uma de muitas) que eu carregava comigo me em qualquer dispositivo para ouvir antes dos shows. Claro, essas músicas também estiveram na minha cabeça por mais ou menos minha vida inteira. Esses não eram os sucessos populares da época. Era como uma lista de reprodução da 4ª dimensão … pedaços estranhos de obscuridade musical, principalmente trazidos daquela época inglória e bizarra de ‘zona do crepúsculo’ que precedeu o Rock de Arena, Heavy Metal, Reggae e Disco. Uma terra de ninguém do hard rock que ainda tinha resquícios de psicodelia e punk de garagem, mas abandonou qualquer noção de ‘flower power’ ou diversão de fraternidade. E, claro, eles arrasaram.
Sim, essas músicas eram isso. ”

Wyndorf está no auge em A Better Dystopia, entregando cada letra em seu próprio estilo inimitável, e os músicos Phil Caivano, Bob Pantella, Garrett Sweeney e Alec Morton são os donos do som – vintage e old school, denso e pesado, com marcante leads fuzz e baixo e bateria vibrantes, todos tocados em um estilo hábil que quase se perdeu na música moderna. O álbum abre com “The Diamond Mine”, enquanto Dave Wyndorf recita um monólogo clássico de Dave Diamond, um DJ de rádio americano cujos programas no final dos anos 60 e início dos anos 70 ajudaram a popularizar muitas bandas de acid rock e psicodélico. Nesse ponto, a verdadeira viagem começa, quando os acordes de abertura do clássico “Born To Go” do Hawkwind começam a ser lançados. Faixas como a notável “Mr. Destroyer” (Poo-Bah) estimulam visões de alguma revolução freak indescritível – ou talvez dinossauros lutando em um planeta em chamas no final dos tempos – criando uma mistura perfeita de hard rock e psicodelia. A febril “Motorcycle (Straight To Hell)” (Table Scraps) é pura fúria punk da tradição old school, evocando um cruzamento entre Iggy Pop e Motörhead enquanto Wyndorf lamenta “Vou levá-lo direto para o Inferno!” Caindo ainda mais fundo na toca do coelho alucinante, Magnet oferece sua abordagem deslumbrante e turbulenta do clássico hard rock frequentemente esquecido “Learning To Die” (Dust) e uma versão magistral dos Stooges encontra o épico gótico, “Solid Gold Hell” (The Scientists). O álbum fecha com a faixa bônus de um cover de proporções nucleares de “Welcome To The Void” do Morgen, convidando você a reiniciar o passeio novamente.

Tracklist:
1. The Diamond Mine
2. Born to Go
3. Epitaph for a Head
4. Solid Gold Hell
5. Be Forewarned
6. Mr. Destroyer
7. When the Wolf Sits
8. Death
9. Situation
10. It’s Trash
11. Motorcycle (Straight to Hell)
12. Learning to Die
13. Welcome to the Void – Bonus Track

Gonzales Photo/Per-Otto Oppi/Alamy Live News

Formação:
Dave Wyndorf – Vocal, Guitarra
Phil Caivano – Guitarra
Garret Sweeny – Guitarra
Alec Morton – Baixo
Bob Pantella – Bateria

MONSTER MAGNET online:
WEBSITE
FACEBOOK
INSTAGRAM
TWITTER
NAPALM RECORDS