Notícias

Morre aos 72 anos o lendário fotógrafo musical Mick Rock

O lendário fotógrafo britânico Mick Rock, responsável pelas imagens icônicas de David Bowie, Queen, Syd Barrett, T. Rex, Lou Reed e muitos outros, morreu aos 72 anos. Um comunicado emitido por sua conta nas mídias sociais confirmou sua morte. A causa da morte até o momento não foi divulgada. O fotógrafo deixa uma filha, Nathalie, e a mulher, Pati.

“O nosso querido Mick Rock, que foi um dissidente psicodélico, acaba de entrar na viagem Junguiana para o outro lado. Os que tiveram o prazer de viver na mesma órbita dele sabem que o Mick sempre foi muito mais do que ‘o homem que fotografou os anos 70’. Foi um poeta da fotografia, uma verdadeira força da natureza que passou a vida a fazer exatamente o que amava, sempre no seu estilo escandaloso e encantador”, dizia a publicação no Twitter.

Nascido Michael David Rock em 1948, Mick Rock começou a tirar fotos da cena musical rock local enquanto estudava na Universidade de Cambridge na década de 1960, onde conheceu Syd Barrett e Chris Jagger, o irmão mais novo de Mick Jagger.

Ele fez fotos para o álbum ‘The Madcap Laps’ de Syd Barrett em 1970 antes de criar capas seminais, incluindo ‘Deuce’ de Rory Gallagher, ‘Transformer’ e ‘Coney Island Baby’ de Lou Reed, ‘Raw Power’ de Iggy Pop and the Stooges, ‘Queen II’ e ‘Sheer Heart Attack’ do Queen, ‘End of the Century’, dos Ramones, e ‘I Love Rock ‘n’ Roll’ de Joan Jett.

Mick Rock foi o fotógrafo oficial de David Bowie no início dos anos 1970, onde capturou muitas das imagens icônicas do alter ego de Bowie, Ziggy Stardust.

No últimos anos, além de exposições, fez vários livros antológicos. Por exemplo, The Rise of David Bowie, 1972–1973 (2016), Debbie Harry and Blondie: Picture This (2013) e Classic Queen (2007). No cinema foi responsável pelas fotografias de produção e rodagem do filme de culto Shortbus (2006), de John Cameron Mitchell, além de outras participações.

Galeria de Fotos

A vida de Mick Rock foi retratada no documentário Shot! The Psycho-Spiritual Mantra of Rock (2016), de Barnaby Clay, no qual ganharam destaque o consumo de drogas ilegais por parte do fotógrafo e os problemas de coração e rins que quase o mataram em meados dos anos 90.

Ele tirou fotos de diversos artistas ao longo das décadas, incluindo Lady Gaga, Queens of the Stone Age, Michael Stipe, Kate Moss, The Killers, Daft Punk e Snoop Dogg. A capa de seu álbum mais recente foi “Plastic Hearts” de Miley Cyrus em 2020.