Notícias

Morre Hank von Helvete, ex-vocalista do Turbonegro, aos 49 anos

Hans-Erik Dyvik Husby, ex-vocalista do Turbonegro, cujo nome artístico era Hank von Helvete, morreu na última sexta-feira (19) aos 49 anos. A notícia foi confirmada pela família ao jornal norueguês Tvedestrandsposten e depois comunicada pelo grupo através das redes sociais. A causa da morte até o momento não foi divulgada.

Seus ex-companheiros de banda de Turbonegro prestaram homenagem online dizendo: “Somos gratos pelas horas, pelos momentos e pela magia que compartilhamos com Hans-Erik no Turbonegro.
Como um frontman carismático que igualmente canalizava humor e vulnerabilidade, Hans-Erik foi crucial para o apelo da banda. Ele era um ser humano caloroso e de grande coração, uma pessoa que buscava espiritualmente e intelectualmente, que adorava ter uma conversa com qualquer pessoa. Temos orgulho do que criamos juntos como irmãos do rock em Turbonegro – a música, os personagens, todo o nosso universo.
Hank Von Helvete continua sendo uma figura icônica na história do rock e da cultura popular norueguesa, e também deixou sua marca como destaque na comunidade internacional do rock´n´roll. Ator, romântico e animador – ao longo de sua vida Hank não deixou dúvidas de que ele era um homem para o palco, amando os holofotes e a atenção da audiência. Nossos pensamentos e corações vão para sua família. Descanse em paz”

Hank von Helvete entrou para os Turbonegro quatro anos após a formação da banda de rock de Nesodden, na Noruega, para substituir o antigo vocalista e membro fundador Harald Fossberg.

Hank deixou a banda em 2010 e começou uma carreira solo, lançando I Declare: Treason com o supergrupo Doctor Midnight & The Mercy Cult no ano seguinte. Em 2018, ele lançou seu primeiro álbum solo, Egomania, e seguiu com Dead em 2020.

Antes de deixar a banda, lançou o single Rom for alle, que empatou no topo das paradas norueguesas com Maria Solheim, onde ficou por três semanas. Em 2010, foi o protagonista do filme sueco Cornelis, sobre o cantor e compositor Cornelis Vreeswijk.

Ainda esta semana, Hank apareceu no último álbum Me And That Man do líder do Behemoth, Nergal, New Man, New Songs, Same Shit. Vol.2. Lançado coincidentemente no dia da morte de Hank, neste trabalho ele participa cantando na música Black Hearse Cadillac.