Notícias

Produtoras pensam em construir locais de shows que permitem maior distanciamento social

Devido a pandemia do novo coronavírus (COVID-199), o mercado de eventos e shows ao vivo devem sofrer mudanças profundas. Uma das grandes produtoras de shows nacionais e internacionais, Live Nation, está negociando contratos com os seus artistas e, segundo um comunicado, só vai voltar as atividades  no Verão de 2021, assim como outras grandes produtoras também só pensam em volta ano que vem. Já as pequenas produtoras e casas de shows, seguem lutando pela sua sobrevivência.

Entretanto, houve um promotor que decidiu dar o próximo passo através da construção de um local para shows que segue todas as diretrizes de distanciamento social. A Kerrang! relatatou a criação de uma nova estrutura com capacidade para 2.500 pessoas na cidade de Newcastle, no Reino Unido. A Virgin Money Unity Arena já está com inauguração marcada  para o mês de Agosto com uma programação de “vários artistas de destaque”, que seráo apresentada nesta terça-feira, 7 de julho. Além de realizar shows, o projeto também contará com shows de DJ , entretenimento e comédia para a família, com comida e bebida também disponíveis no local, que será entregue no local reservado para cada grupo.

O público vai chegar ao local de carro e cada grupo será mantido a dois metros de distância, em lugares divididos para pequenos grupos. “Não podemos ficar sem música nesta altura. O que fizemos foi pensar como podemos trazer a música de volta ao público  com segurança e responsabilidade. Temos hospedado muitas sessões ao vivo e DJ sets nas nossas redes sociais, apoiando artistas locais e arrecadando dinheiro para o NHS. Agora, estamos a dar o passo seguinte, à medida que o Reino Unido sai lentamente do bloqueio”, diz Steve Davis, o responsável pelo local.

Esta alternativa parece ter mais potencial e diversão do que as recentes tentativas de concertos drive-in. Conforme entrevista que o Headbangers News realizou com o infectologista Luiz Eduardo Del Bem, é inviável a realização de shows este ano. Confira a entrevista abaixo.

 

Continua depois da publicidade

Continua depois da publicidade