Notícias

Taylor Hawkins, baterista do Foo Fighters, morre aos 50 anos

Em um duro golpe para os fãs do Foo Fighters, a banda anunciou a morte do baterista Taylor Hawkins. O grupo estava em turnê pela América do Sul e se preparava para se apresentar no Festival Estereo Picnic em Bogotá, Colômbia. Eles também seriam headliners da última noite do Lollapalooza Brasil 2022, amanhã (27) em São Paulo.

A imprensa colombiana já havia obtido a confirmação da morte do músico na noite de sexta-feira (25). Hawkins teria sido encontrado já sem vida no quarto de hotel onde estava hospedado na capital Bogotá.

O comunicado oficial veiculado pelo Foo Fighters dizia: “A família Foo Fighters está devastada pela trágica e prematura perda de nosso amado Taylor Hawkins.
Seu espírito musical e riso contagiante vão viver conosco para sempre. Nossos corações vão a sua mulher, filhos e família, e pedimos que sua privacidade seja tratada com o máximo de respeito nesse tempo de dificuldade inimaginável.”

Nascido em Fort Worth, Texas, Hawkins se mudou para o sul da Califórnia com sua família quando criança e ganhou destaque como o baterista de turnê de Alanis Morissette. Ele se juntou ao Foo Fighters em 1997.

Durante a edição do Lollapalooza Chile 2022, realizada em Santiago, na semana passada, Taylor Hawkins decidiu trocar de posto com o vocalista Dave Grohl para cantar “Somebody to Love”, um cover do Queen. (Confira o vídeo acima).

As causas da morte estão sendo investigadas pela polícia local e diversos artistas manifestaram seu pesar pelo falecimento do baterista.