Notícias

Tribulation anuncia mudança em sua formação

Tribulation em sua nova formação: (e/d) Johannes Andersson, Adam Zaars, Joseph Tholl e Oscar Leander

Ester Segarra/Century Media Records

Tribulation em sua nova formação: (e/d) Johannes Andersson, Adam Zaars, Joseph Tholl e Oscar Leander

O Tribulation divulgou um comunicado informando sua mudança de formação:

Após 16 anos de troca e cooperação criativas, expressivas, artísticas e espirituais, Jonathan decidiu deixar a banda para seguir o que quer que a vida tenha reservado para ele no futuro.

Sabemos que tudo o que ele decidir fazer no futuro, ele o fará da mesma maneira sincera, imersiva e meticulosa com que enfrentou todas as provações e tribulações que são o Tribulation, e realmente desejamos a ele boa sorte nesses empreendimentos.

A ideia e o conceito de morte e renascimento sempre desempenhou um grande papel nos mitos da banda e enquanto Jonathan deixando uma grande parte do que construiu, manteve e alimentou a criatura que está por trás do Tribulation, estamos confiantes em nossa visão para os tempos que virão e vamos construir algo novo e mais uma vez cavalgar as ondas assustadoras, mas poderosas, de incerteza criativa na nova década!

“Vetera transierunt: ecce facta sunt omnia nova” (O velho se foi, o novo chegou)

 

Jonathan Hultén comentou:

Amigos. Após 16 anos tocando juntos, chegou a hora de eu me separar do Tribulation. Há algum tempo, venho oscilando entre a dúvida e a determinação em um questionamento recorrente sobre se sou a pessoa certa no lugar certo e, no final, essa é a conclusão a que cheguei. Este ano deixou mais claro do que nunca que, antes de mais nada, devo seguir meu coração e não a mente – mesmo que isso signifique me afastar de muitas coisas que adoro fazer e das pessoas que amo. A vida é muito curta para não seguir seu coração, aonde quer que ele o leve. Não sei o que o futuro reserva, a única coisa que sei é que tenho que tentar viver de uma forma que me faça feliz.

Desejo a Johannes, Adam e Oscar tudo de melhor do mundo. Estou ansioso para vê-los continuar no cruzeiro de aventura no navio que é o Tribulation, e todos os momentos gloriosos que viverão ao longo do caminho. Também estou muito feliz em passar a tocha para o incrível Joseph Tholl, um dos meus compositores favoritos de todos os tempos. A magia que ele introduzirá no Trib será um tesouro inestimável e eu não poderia imaginar uma adição melhor à banda.

E o mais importante – gostaria de expressar minha gratidão a todos que nos apoiaram, valorizaram e ajudaram ao longo dos anos. Agradeço do fundo da minha alma, você fez esta jornada para o que tem sido. Obrigado por tudo!

No entanto, isso não é um adeus. Não vou parar de criar música e arte enquanto houver um batimento cardíaco sobrando neste corpo, isso é uma promessa. Muito amor…

 

Comentário de Joseph Tholl:

Como um fã de longa data e amigo da banda, é triste para mim ver Jonathan sair, mas também é uma honra poder apreciar seu grande trabalho. Estou emocionado por me juntar a esta assembleia de velhos amigos e estou ansioso para fazer parte do que o futuro reserva para o Tribulation.

Em 29 de janeiro de 2021, o Tribulation lançará seu novo álbum, “Where the Gloom Becomes Sound”, pela Century Media Records (em todo o mundo, exceto na América do Norte).

O primeiro single do álbum pode ser conferido em um vídeo dirigido e animado por Ulf Lundén.

O Tribulation entrou no Studio Ryssviken de Linus Björklund em abril e saiu (informalmente) quase dois meses depois. O grupo – os guitarristas Adam Zaars e Jonathan Hultén, Johannes Andersson (vocal / baixo) e Oscar Leander (bateria) – usou os primeiros 10 dias de seu tempo de estúdio para ensaiar. Uma vez que tudo estava encaminhado, o grupo e co-produtor Jamie Elton começaram o processo de gravação. Elton, que também atua como técnico de som do Tribulation e é um amigo de longa data, assumiu as rédeas de Martin Ehrencrona, que dirigiu as sessões Down Below, álbum de 2018. Juntos, eles criaram uma produção bem equipada, que é luxuosamente sombria e auricularmente convidativa. “Where the Gloom Becomes Sound” foi então dado ao produtor indicado ao Grammy Tom Dalgety (Ghost, Rammstein) para ser mixado no Psalm Studios. Assim que a mixagem foi concluída – Dalgety enviaria versões de seu estúdio no País de Gales – o Tribulation convocou novamente Magnus Lindberg no Redmount Studios em Estocolmo para masterizar.

Formação:
Johannes Andersson – vocais, baixo
Adam Zaars – guitarras
Joseph Tholl – guitarras
Oscar Leander – bateria

Tribulation online:
https://www.tribulation.se
https://www.facebook.com/TribulationSweden/
https://www.instagram.com/tribulation_official/

Continua depois da publicidade