Notícias

Viper está de volta com single ‘Under the Sun’

O Viper, uma das bandas mais importantes da história do metal brasileiro, está de volta com um single novo: o grupo acaba de lançar a faixa “Under the Sun”, que fará parte do primeiro álbum inédito da banda em 15 anos. Composta por Pit Passarell e Guilherme Martin, a música é um power metal que remete ao estilo da fase “Theatre of Fate”, álbum clássico lançado pela banda em 1989.

“Under the Sun” é a primeira amostra de “Timeless”, o sétimo álbum de estúdio da banda, e o primeiro desde “All My Life”, de 2007. O projeto tem a produção de Maurício Cersosimo (Paul McCartney, Avril Lavigne), que já tinha trabalhado com o Viper no álbum ao vivo “To Live Again: Live in São Paulo. A faixa ainda ganhará um clipe dirigido por Caio Cobra, diretor de “Intervenção” e “Virando a Mesa” (Netflix).

Apesar deste ser o primeiro álbum em 15 anos, a banda não esteve inativa durante esse tempo. Em 2015, lançaram o álbum e DVD ao vivo “To Live Again: Live In São Paulo”. O disco registrou a turnê em que Andre Matos, que começou sua carreira lendária como vocalista do Viper, voltou para a banda. Após sua morte trágica em 2019, a banda também lançou a faixa póstuma “The Spreading Soul Forever” em sua homenagem.

O disco também é o primeiro com a formação atual da banda, que conta com Leandro Caçoilo (vocais), Felipe Machado e Kiko Shred (guitarras), Pit Passarell (baixo e vocais) e Guilherme Martin (bateria). A banda atualmente está em turnê pelo Brasil – além do material novo, os shows também contam com o repertório de músicas clássicas da banda que incluem “Living for the Night”, “Rebel Maniac” e “To Live Again”, entre outras.
“Minha inspiração foi o próprio Viper na fase mais melódica da banda, algo entre o ‘Soldiers of Sunrise’ e ‘Theatre of Fate’. Acho que essa canção tem tudo para se tornar clássica porque tem um refrão muito forte. Nas primeiras vezes que a tocamos ao vivo, o público começa a cantá-la conosco quase imediatamente. A letra tem essa pegada de road movie, são várias histórias que completam uma história maior”, afirma o baixista Pit Passarell.

“O que mais impressiona em ‘Under the Sun’ é a espontaneidade com que ela foi composta. Foi um trabalho em grupo, onde toda banda contribuiu para o resultado. A música remete aos grandes sucessos do Viper, com elementos de música clássica e a energia dos primeiros álbuns da banda, que foram marcos no heavy metal mundial. A letra é inspirada em ‘On the Road’, clássico de Jack Kerouac. Acredito que ‘Under the Sun’ está à altura da expectativa de nossos fãs, que aguardaram anos por um lançamento inédito do Viper”, afirma o baterista Guilherme Martin.

“Orgulho é a palavra que descreve este momento com o Viper, pois trabalhamos com muito afinco nesse disco. ‘Under the Sun’ reflete essa formação da banda, que vem literalmente com sangue nos olhos. O produtor Mauricio Cersosimo fez um trabalho lindo”, afirma o vocalista Leandro Caçoilo.

“Uma música forte, uma composição digna dos clássicos do Heavy Metal. Os arranjos impressionam e a produção está perfeita”, afirma o guitarrista Kiko Shred.

“Faz tempo que os fãs do VIPER nos cobram um disco novo. Sentimos que chegou a hora de retribuir o amor e respeito que essas pessoas têm pela banda há tantos anos. ‘Under the Sun’ não é apenas o primeiro passo nessa direção, mas uma homenagem a todo o nosso público no Brasil e no mundo, e uma amostra de quem é o Viper para a nova geração”, afirma o guitarrista Felipe Machado.

Divulgação

VIPER
Formado em 1985, o Viper é um dos pioneiros do rock pesado no Brasil. Foi a primeira banda brasileira de heavy metal a fazer um grande sucesso no Japão. No início dos anos 1990, chegaram a liderar as paradas de sucesso à frente de grandes nomes mundiais como Nirvana e Van Halen. Com álbuns como “Soldiers of Sunrise”, “Theatre of Fate” e “Evolution”, o VIPER gravou e fez turnês pela Europa, EUA e América do Sul. Durante a turnê no Japão, gravou o álbum ao vivo “Maniacs in Japan – VIPER Live”. Lançou ainda “Coma Rage”, gravado em Los Angeles, e “All My Life”. Foram destaque em grandes festivais mundiais, como Rock in Rio e Monsters of Rock, além de terem dividido o palco em shows de abertura para bandas como Metallica, Kiss, Black Sabbath e Motorhead, entre outras.