Resenhas

A Noite Vai Ferver

Malvada

9.0

O rock brasileiro acaba de ganhar uma nova pérola: a Malvada. Banda formada somente por meninas, que são muito mais do que apenas rostos bonitos, elas são super talentosas. E nos brindam com seu álbum de estreia "A Noite Vai Ferver", apostando em letras inteligentes, cantadas em nossa língua-mãe, sendo uma grata surpresa, principalmente para aqueles que acham que Rock deve ser cantado exclusivamente em inglês.

Formada em 2020 durante o ápice da pandemia, as garotas que já eram conhecidas por tocarem nos palcos da night paulistana. A vocalista Angel Sberse ganhou fama ao participar da edição de 2020 do reality The Voice Brasil, da TV Globo. E o quarteto se enfiou no Studio Pub, em Santo André, no ABC Paulista, na companhia de Tiago Claro e Nobru Bueno, que assinam em conjunto a produção deste belo álbum. Vamos abordar faixa a faixa essa estreia, que foi lançado neste ano de 2021 através da Shinigami Records, um selo que vem se destacando pela ótima qualidade de seu conteúdo apresentado aos amantes do Rock e Metal em geral.

A faixa título abre nos brindando com um Rockão que muito marmanjo nem chega perto de fazer. A voz da talentosa Angel Sberse é contagiante e as demais meninas acompanham na mesma intensidade. “Prioridade“, a faixa dois tem uma bela introdução, onde se destaca o baixo pesadíssimo de Ma Langer. A música se desenvolve em um Hard Rock denso e bastante agradável e um belo solo. Ótimo início.

Quem Vai Saber” é a faixa de número três e se não tem o peso das faixas anterior, também não chega a ser uma balada. E isso em nenhum momento tira o mérito da música, que tem uma bela estrutura e é super bem tocada. “Pecado Capital” dá sequência ao play e tem uma baita pegada da guitarrista Bruna Tsuruda. A moça realmente impressiona com sua performance ao longo da bolacha. A música aqui lembra um bocado o Soundgarden e Alice in Chains.

Ao Mesmo Tempo” é uma balada e vai se encaminhando toda certinha até chegar ao solo, cheio de feeling e extremamente bem feito. “O Que te Faz Bem” é uma espécie de Blues pesado e o timbre da guitarra de Bruna Tsuruda é novamente o destaque. “Disso que eu Gosto” nos remete ao Glam Metal dos anos 1980, mas com uma roupagem atual. E quer saber, eu prefiro muito mais a sonoridade destas meninas do que aquela que os marmanjos faziam há quase 40 anos atrás. Essa faixa pode ser colocada tranquilamente como um dos pontos altos do play.

Quando chega a música “Mais um Gole”, a impressão é de que o Led Zeppelin voltou com uma mulher no lugar de Robert Plant. Um baita Rock ‘n’ Roll visceral e aqui o destaque é para a baterista Juliana Salgado, com uma pegada firme e ótimas viradas. “Cada Escolha uma Renúncia” encerra o play trazendo uma música que tem boas mudanças em seu andamento, partes mais rápidas combinadas com outras partes repletas de Groove.

Em menos de 40 minutos temos um álbum certeiro, com canções bem elaboradas. A produção é extremamente caprichada e nos faz percebe cada instrumento e o que cada uma faz. Elas não são amadoras e sabem o que querem e o que estão fazendo. Destaque também para a arte gráfica, o encarte bem caprichado e repleto de fotos das gurias, que mostram o quão belo é ver as mulheres cada vez mais adentrando no mundo do Rock brasileiro, não só na platéia, mas também em cima dos palcos. Claro, vai ter aquele machista que vai preferir escutar o Tom Araya ou o Dave Mustaine. Mas cá entre nós, as meninas da Malvada são bem melhores que os dois juntos. Além de mais agradáveis, e, claro, mais bonitas.

Faixas:
01 – A Noite Vai Ferver
02 – Prioridades
03 – Quem Vai Saber
04 – Pecado Capital
05 – Ao Mesmo Tempo
06 – O Que te Faz Bem
07 – Disso que eu Gosto
08 – Mais um Gole
09 – Cada Escolha Uma Renúncia

Formação:
Angel Sbersse – vocal/ violão/ percussão
Bruna Tsuruda – guitarra
Ma Langer – baixo
Juliana Salgado – bateria

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.