Resenhas

All the Evil

As the Palaces Burn

8.5

Não costumo resenhar EP, mas recebi o novo lançamento da banda As the Palaces Burn, que está prestes a lançar seu trabalho "All the Evil", e que vale ressaltar, é um trabalho profissional que conta com grandes nomes na cena musical como Marcelo Vasco que assina a arte da capa e Adair Daufembach responsável pela mixagem e masterização.

As the Palaces Burn é uma banda em ascensão no cenário do metal nacional, lançado o primeiro disco, “End’evour”, no ano passado e que rendeu boas críticas da imprensa especializada. Assim como aconteceu com o mundo todo, o cronograma de tour e promoção do álbum foi abalado pela pandemia, mas aproveitando o tempo livre, a banda produziu este EP, que será lançado dia 28 de setembro.

Vamos lá, preciso admitir que conhecia a banda mas nunca parei com calma para admirar as músicas, e sempre imaginei que fosse mais uma banda de metal, dessas que surgem aos montes com metal genérico. Ainda bem que eu estava errada! As the Palaces Burn é um grande mix, sem rótulos definidos, e isso me admira. Apertei o play e ao ouvir a primeira faixa, “All the Evil” mescla vocais melódicos e brutais, junto ao refrão marcante, e já lembrei muito do primeiro trabalho da  banda Avenged Sevenfold, que eu gosto bastante. E logo percebi que As the Palaces Burn traz (também) esse estilo metalcore nas músicas.

A segunda faixa “Nothing Lasts Forever” apresenta a mesma base, com riffs poderosos e vocais brutais marcantes. Eu gosto dessa ideia de misturar vocal melódico com gutural, admiro quem consegue criar essa linha. Nessa faixa ouso dizer que lembra bem a banda  Killswitch Engage.

Algo que já parece um costume da banda, é criar versões de grandes clássicos do metal. neste EP, a faixa escolhida é “Hall of the Mountain King” do Savatage. Vale lembrar que no debut, o homenageado foi King Diamond com a música “Abigail”. As the Palaces Burn conseguiu deixar a música mais brutal e mais animada ao meu ver.

As the Palaces Burn cumpriu todas as etapas de criar um bom trabalho, desde a arte até a finalização das músicas. O vocal do Alyson chama atenção pela versatilidade tonal, que consegue recriar vários clássicos, e me deixou curiosa para ouvir outras versões na sua voz. A banda é outro show á parte, totalmente técnica e maravilhosa.

Para quem quiser conferir o processo de produção do EP ‘All the Evil’, a banda disponibilizou no YouTube a série ATPB, com vídeos que retratam como foi este trabalho.

Faixas:

  1. All the Evil
  2. Nothing Lasts Forever
  3. Hall of the Mountain King (Savatage cover)

Formação:

Alyson Garcia (vocal)
Diego Bittencourt (guitarra e vocais de apoio)
André Schneider (baixo)
Gilson Naspolini (bateria)

 

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.