Resenhas

Behind the Mask: Part I

Vikram

9.0

Conhecida pelo estilo de Metal progressivo Oriental, Vikram mostra em seu álbum de estreia ‘Behind the Mask: Part I’, de 2019, um trabalho perfeito com diversas influências e de muita qualidade. Lançado pela gravadora Shinigami Records, tive o prazer de receber o material físico para conferir em todos os detalhes este trabalho, do qual faz parte Marcus Dotta - um dos mais famosos bateristas nacionais.

O álbum é recheado de musicalidade e orquestrações, riffs de guitarra e muita técnica. Mas o mais interessante é que é um álbum conceitual, a primeira parte de uma trilogia, cuja história é baseada na vida de Nathaniel Frost e em suas viagens por vários países orientais em uma jornada de autoconhecimento. Cada música conta a história do que Nathaniel enfrentou e descobriu em cada cultura.

Misturando influências de metal moderno e progressivo, power e speed metal, trilhas sonoras de filmes épicos com ritmos, harmonias e todo tipo de elementos musicais étnicos de culturas como persa, egípcia, cigana, árabe, hindu, a banda conseguiu criar um disco totalmente inovador. O que mais chama atenção são eles elementos nada comuns em álbuns de metal, que deu um resultado perfeito.

Conduzido pela voz poderosa e um pouco áspera de Guilherme de Siervi, Vikram conta com grandes músicos que deram o melhor de si para este projeto, dosando cada talento da forma certa onde nenhum sobressai o outro.

‘Behind the Mask: Part I’ é um álbum que alcança pontuação máxima em todos os requisitos, elogiado por qualquer profissional da area da música. É uma pena o disco não ter sido tão comentando no Brasil e exterior, acho que na parte da banda, faltou um pouco de divulgação.

 

Faixas:

1 – “Taar”
2 – “The Mortal Dance of Kali”
3 – “Requiem for Salem”
4 – “Burn in Hell”
5 – “Andaluzia”
6 – “Hassan Tower”
7 – “Forsaken Death”
8 – “Eyes of Ra”
9 – “Gypsy Tragedy”
10 – “The Red Masquerade”
11 – “The Burden”
12 – “Shokran”
13 – “Prelude of the End”
14 – “Behind the Mask I”
15 – “Behind the Mask I” (versão em japonês; faixa bônus japonesa)

Formação:

Guilherme de Siervi – Vocal
Marcus Dotta – Bateria
Tiago Zunino – Teclados
G. Morazza – Baixo
Tiago Della Vega – Guitarra

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.