Resenhas

Explicit Horror

Madness

8.5

O que posso dizer do álbum "Explicit Horror" da banda Madness? Tem a mistura perfeita para meu gosto musical: mesclam uma sonoridade death metal old school com a temática de horror.

Como bom fã do estilo, não tenho como desaprovar este trabalho. Mas como a resenha tem que ser imparcial e justa, faço minhas pontuais colocações.
O grupo formado em Piracicaba (SP) em 2005 lançou este disco neste ano de 2020 numa parceria da Extreme Sound Records com os selos Brutaller Rec e Rapture Records. Este é o segundo full-lenght do grupo, que antes havia lançado “Essence of the Death”, de 2012.
Temos em mãos uma obra muito técnica e com uma sobrecarga de brutalidade inigualável. Em suas letras estão todos os elementos da abominação, medo e repulsa que se encaixam perfeitamente com a fúria que o grupo externa em suas composições.
O resultado é extremamente satisfatório para quem curte o estilo e ama bandas como Obituary, Deicide ou Entombed. Confira sem medo de se decepcionar.

Formação:
Alexandre J. Guerreiro – vocal
Rô Moreira – baixo
Mario Carvalho – guitarras
Daniel Fuzaro – bateria

Tracklist:
1. Intro (Ehecachichtli)
2. Explict Horror
3. Ouija Board
4. Horrendous Creation
5. Kolossoi
6. Rats Impaled
7. The Adversary And 7 Wins
8. Necro-Codex
9. State Lycanthropy
10. Dinasty Mummified

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.