Resenhas

Fracture

Bleed From Within

7.5

"Fracture", novo álbum da banda Bleed From Within, lançado pela Century Media Records, mostra logo de cara como cartão de visitas a incrível performance do baterista Ali Richardson. Confesso que não sou fã de metalcore, mas sejamos justos, o cara tem uma habilidade impressionante.

Parece que o grupo realmente deixou o passado para trás, renascendo depois de seus altos em baixos, tendo uma visível mudança de atitude e energia.
Num resumo rápido, o grupo quando surgiu parecia que iria se igualar a outras bandas bem-sucedidas do gênero como Bullet For My Valentine e Killswitch Engage. Mas, aparentemente se perdeu no meio do caminho e permanceu em um grande hiato de shows entre julho de 2015 a abril de 2018. Eles se recuperaram de forma magistral com o lançamento de “Era”, de 2018, em que aparentemente voltaram aos trilhos.
Talvez por isso o álbum se chame “Fracture”, pois há uma ‘quebra’ ou ‘divisão’ que rompe com os tempos ruins pelos quais passaram e demonstram uma agressividade libertadora em sua sonoridade com batidas explosivas e os gritos estridentes do vocalista Scott Kennedy. Obviamente os fãs de metalcore vão gostar mais do disco do que eu, mas ainda assim, eles conseguem transcender o rótulo deste subgênero.
Este disco deixa claro qual será o futuro do metal moderno, carregado de texturas ricas, harmonias, uma bateria maciça, linhas de baixo fortes e algumas guitarras realmente muito pesadas.
“Night Crossing though”, “Utopia”, “Ascend” e a faixa-título “Fracture” são disparadamente os destaques deste trabalho de uma banda que retoma sua confiança e consegue se destacar entre os lançamentos deste ano.

Formação:
Davie Provan – Baixo
Craig ‘Goonzi’ Gowans – Guitarra
Scott Kennedy – Vocais
Steven Jones – Guitarra
Ali Richardson – Bateria

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.