Resenhas

In the Name of Lust and Sin

Death N' Darkness Prevail

8.0

Recebo em minhas mãos mais um grito herético vindo do Nordeste do país. Trata-se de "In the Name of Lust and Sin", da dupla Belchior de Melo (multi-instrumentista) e Nightfall (vocal), que formam o projeto Death N' Darkness Prevail. Aqui neste play eles vem obviamente resgatar a sonoridade de influências old school da melhor qualidade, tanto que em meio às faixas autorais aparecem covers do Venon (Sacrifice) e do Running Wild (Evil Spirit).

Eles transitam em meio ao black metal e ao trash metal, com algumas melodias chegando a serem quase épicas e em outros momentos extremamente ríspidas e cruas. Nota-se que tudo é intencional, evidenciando a qualidade técnica dos artistas. Cabe louvar a perfeição do resultado das gravações, realizadas entre o Coven Studio em Boston (EUA) e o Strondo Studio em Caruaru (Pernambuco). Com a masterização por conta de Nicholas Izzo em Salem, Massachusetts (EUA).
O conceito lírico obviamente põe o “dedo na ferida” do cristianismo, com os “seguidores pedófilos do Nazareno” como citado em “In the Name of Lust and Sin” ou “eu fico ao lado de Satanás enquanto vemos você morrer” proferido em “Victory March”. Nada mais profano e obscuro, não? Pois é.
O nicho dos ouvintes que porventura vão gostar de “Death N’ Darkness Prevail” é bem claro. São os mesmos fãs de bandas seminais do gênero como Bathory, Venom, Darkthrone, Mayhem, Emperor e afins.

Formação:
Nightfall – Vocais
Belchior de Melo – Todos os Instrumentos

Músicos convidados:
Alejandro Flores – Guitarra (Victory’s March)
Eli Firicano – Guitarra (The Seed” e Sacrifice)
Carlos Aranha – Guitarra (The Seed)
Diego D’Urden – Backing vocal (Evil Spirit)
Lörd Matzigkeitus – Backing vocal (Evil Spirit) e vocal principal (Sacrifice)

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.