Resenhas

Itankale

Quilombo

8.9

Itankale, EP de estreia da banda paulista Quilombo, apresenta um death metal mesclado ao grindcore com uma temática das raízes da ancestralidade negra. Os integrantes já são bem conhecidos do cenário, entre eles o baterista e vocalista Panda Reis e o guitarrista Allan Kalid.

São seis faixas sem floreios, com introduções de atabaques e outras sonoridades características que remetem à cultura africana, mas com um peso direto e cru no decorrer das músicas.
Mas o que mais me agradou no álbum é a abordagem das letras, num momento em que se faz mais necessária a revelação da verdade dos povos que foram escravizados. Eles vão além disso, mostrando as importantes contribuições dos negros no avanço do conhecimento humano. Não é a toa que Itankale, significa “evolução” na língua Yorubá.
O EP é uma porrada na orelha, extremamente recomendado, principalmente num momento de ascensão de idéias cada vez mais racistas e eugenistas pelo mundo. É um marco na luta contra todo o preconceito, algo que devemos fazer todos os dias cada vez mais. Seguimos na luta junto com a banda Quilombo, longa vida ao grupo.

Tracklist:
1. Melanina
2. Ancestralidade
3. Treze Nações
4. Descendentes de Reis
5. Semi Deusas
6. Diáspora d.C.