Resenhas

Nostalgia

UMI

9.0

UMI é o projeto de metal instrumental idealizado pelo guitarrista sem rosto - para enfatizar exclusivamente sua música, o guitarrista opta por nunca mais mostrar sua cara nas redes sociais, em vídeos e fotos promocionais. A banda compartilha seu álbum de estreia intitulado 'Nostalgia', que se desenrola entre atmosferas ásperas, agressivas e furiosas e momentos frequentes de aberturas solares, semi-acusticas com veios progressivos e clássicos.

Um álbum nascido durante a primeira quarentena, filho de um momento histórico triste e alienante, em que UMI dá vida a 7 faixas instrumentais em cuja depressão se mistura com a necessidade de sair e fugir para um lugar seguro. Gravado com a colaboração de Federico Paulovich, baterista do Destrage, o disco também conta com a presença de Loris Bersan no baixo e de Larsen Premoli nos teclados – músicos excelentes que juntos conseguiram criar uma trabalho excepcional.

Há mais de dez anos a UMI  explora os sons de seu instrumento, a guitarra elétrica. Durante sua formação como artista, ele sempre tentou ativamente inserir sua visão pessoal e estilo em todas as suas canções, um estilo que nasceu criado e influenciado por artistas do metal moderno e clássico dos anos 80 e 90. Com particular atenção ao trabalho do Metallica nos primeiros anos e posteriormente de Destrage, Tesseract e outros exemplos contemporâneos, seu estilo começou a se formar até a produção de suas últimas canções, onde sons introspectivos se misturam com influências pesadas.

A UMI comenta a gênese do trabalho: “As ideias e a escrita começam durante o primeiro período de quarentena, onde também afligido pela sombra da depressão, decido compor o que será gravado um ano depois. O período de encerramento e depressão se refletem nas canções, que querem expressar com suas partes melódicas a necessidade de fugir para um lugar seguro, enquanto com as partes mais pesadas querem dar espaço à necessidade de todos, e a pessoal, de sair, o primeiro de casa, Antonio de uma situação complicada. As músicas todas têm sua própria história e sua própria identidade, que quer contar parte da minha vida e das minhas experiências. O álbum foi gravado com a colaboração de Federico Paulovich, baterista do Destrage, que conseguiu dar ao álbum um alto nível de profissionalismo, e satisfazer as necessidades e expectativas de um fã”.

‘Nostalgia’ é um álbum de contrastes, reflexivo, para ser ouvido a qualquer momento e sobretudo em qualquer estado de espírito, porque no ao mesmo tempo pode relaxar, mas também dar muita energia para enfrentar as dificuldades do dia a dia. Um disco instrumental que é capaz de compartilhar tantos sentimentos sem ter que dizer nenhuma palavra. Essa é a mágica que os músicos conseguem fazer com seus instrumentos.

Formação:

UMI (guitarra)
Federico Paulovich (bateria)
Loris Bersan (baixo)
Larsen Premoli (teclados)

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.