Resenhas

Silent Treatment

Metrophobia

9.0

'Silent Treatment' é a estreia da dupla européia Metrophobia, que mostra como renovar e repaginar o som dos anos 90. Formada pelo suíço Markus Gmür e o espanhol José Garrido, a banda traz os amigos de longa data que tocaram juntos em outros projetos e, no começo desse ano, se reuniram pra formar uma banda nova.

Metrofobia nos leva a um universo criado por um amálgama de sons que abrangem o rock alternativo dos anos 90, muita distorção com melodias tremendamente cativantes. Este álbum de estreia expõe nossos sentidos a uma variedade de sons e ruídos que não vão deixar ninguém indiferente.

‘Silent Treatment’ é um começo muito interessante e promissor para esses dois músicos, mostrando como tornar o som básico poderoso sem a necessidade de
gabar-se, e ainda por cima, começa com uma nota alta.

Como os melhores lançamentos do The Jesus and Mary Chain, o Metrophobia consegue cativar seu ouvinte com suas camadas de som interessantíssimas e vocais monótonos e calmos que te fazem instantaneamente parar o que se está fazendo pra ouvir com atenção.

Na primeira audição, é possível acreditar que se trata de uma banda dos anos 90, pois o duo se mostra mestre em adaptar técnicas, climas e composições dos anos 90 e trazer isso com uma produção nova e moderna, fazendo com que o som seja a estrela principal.

Com elementos que vão desde o grunge e indie rock até noise pop, shoegaze e punk,  Silent Treatment tem uma proposta muito básica, que é a de fazer o simples bem feito. E isso eles conseguem alcançar com uma maestria invejável.

Formação:

Markus Gmür (voz, violão)
José Garrido (guitarra, baixo, bateria)

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.