Resenhas

Some Nice Flowers

Erasy

9.5

Erasy, banda baiana de Feira de Santana, lançou segundo álbum "Some Nice Flowers" que vem carregado da influência de Black Sabbath. Logo de cara já ganhou minha atenção como 'sabbathmaníaco' que sou. O grupo traz aquele heavy/rock arrastado característico do stoner, mas com o vocal rasgado de Luciano Penelu que parece saído de uma banda de death/black metal.

O streaming deste álbum já circula nas principais plataformas desde maio de 2020, enquanto a versão física que tenho em mãos foi lançada em setembro deste ano mediante uma parceria entre 5 selos: Resistência Underground, Tales From the Pit (MG) Reaper Music (SP), Codex Giga Records (BA) e o Dopesmoke Heavy Music Productions.
“A Motivacional Message”, faixa de abertura de “Some Nice Flowers”, revela uma letra nada “motivacional” sendo que o sarcasmo é sua principal característica em contraponto ao título, já dizendo que todos nós vamos morrer e que planetas vão morrer (o que não é mentira, não é mesmo?).
Toda esta angústia da existência continua em outras faixas e estas reflexões filosóficas dignas de Friedrich Nietzsche continuam a nos atormentar durante a audição atenta das letras da Erasy.
Cabe destacar a maravilhosa participação especial de Edmar Oliveira, vocalista da banda The Crypt, que fez um contraponto muito interessante na faixa “Memento Mori”. Aliás, vale lembrar que a expressão Memento Mori é uma frase em latim que significa “lembre-se de que você vai morrer”, que segue toda a coerência lírica até então apresentada neste disco. Ela também é um conceito fundamental do estoicismo (filosofia helenística), que trata a morte como algo natural e certo que não deve ser temido, mas sim, elaborado.
A faixa-título “Some Nice Flowers”, assim como as outras que se sucedem seguem a mesma característica rítmica com riffs pesadões, seus andamentos em tempo médio e a visão como eles mesmo dizem em sua apresentação no encarte “que nem mesmo a ciência pode nos reconfortar”.
Em tempos sombrios como os que vivemos, me parece que o Erasy é a trilha sonora deste mundo apocalíptico, de pós-verdade e fatalidade. Fãs de Black Sabbath, Saint Vitus e Pentagram, este álbum deve ser ouvido por vocês.

“Viver é sofrer e sobreviver é encontrar um significado no sofrimento.”, Friedrich Nietzsche (1844 – 1900)

Formação:
Luciano Penelu – vocal
Joilson Santos – baixo
Gilmar Vurmun – bateria
Leandro D’Carvalho – guitarra

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.