Resenhas

Strike Hard

Airforce

7.5

A origem do Airforce remonta ao ano de 1987 onde a banda foi formada por Doug Sampson (baterista do Iron Maiden na lendária demo “The Soundhouse Tapes”), seu irmão Sam Sampson (vocais), Tony Hatton (baixo) e Chop Pitman (guitarra).

Após varias idas e vindas, a banda lança em 2016 seu 1º álbum “Judgment Day” com vários músicos e vocalistas convidados. Para este 2º álbum, “Strike Hard”, a banda recrutou o vocalista português Flávio Lino e manteve os músicos de sua formação original, com exceção do vocalista Sam Sampson.

Após esta história, vamos ao álbum: “Strike Hard”, lançado no Brasil pela Hellion Records, é um álbum clássico da NWOBHM sem o ataque de “guitarras gêmeas” como a grande maioria das bandas daquela cena possui. O que poderia ser um ponto negativo passa quase despercebido, já que Chop Pitman é um excelente guitarrista com solos e riffs de grande qualidade.  A cozinha com Sampson e Hatton é precisa e não compromete e Flávio Lino – que veio de uma banda cover do Iron Maiden chamada Iron Beast – tem um timbre que lembra muito Bruce Dickinson, mas sem soar como uma mera cópia.

A abertura com “Fight” é direta com aquele som típico dos anos 80 e funciona como uma amostra do que podemos esperar do álbum.

“War Games” com um dedilhado de abertura e o andamento cadenciado pode ser considerada a “meia balada” do álbum e a interpretação de Flávio Lino é o destaque. Nesta faixa, ele mostra que foi a escolha certa para as pretensões da banda.

“Don’t Look In Her Eyes” – com participação de Paul Di’Anno – e “Finest Hour” possuem aquela atmosfera típica da NWOBHM, especialmente esta ultima com a ótima introdução de guitarra e a cozinha Sampson/Hatton que brilha na música e é, em minha opinião, a melhor faixa do álbum.

Apesar de faltar um pouco de originalidade, o Airforce e seu “Strike Hard” me surpreenderam positivamente com um álbum que agradará aos fãs do Iron Maiden e da NWOBHM em geral.

 

Faixas:

1 – Fight
2 – Die For You
3 – Son Of The Damned
4 – The Reaper
5 – Finest Hour
6 – Don’t Look In Her Eyes
7 – I Feel Your Pain
8 – War Games
9 – Band Of Brothers
10 – The War Inside
11 – Faith Healer (cover – The Sensational Alex Harvey Band)

Formação:

Tony Hatton (baixo)
Doug Sampson (bateria)
Chop Pitman (Guitarra)
Flávio Lino (vocal)

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.