Resenhas

Tzompantli

Avernal

9.0

Com 28 anos de carreira, a banda argentina de Death Metal/Death’n’Roll possui oito álbuns de estúdio, sendo o último 'Tzompantli', lançado ano passado pelo selos Grinder Cirujano (na Argentina) e pela Concreto Records (no México). O disco chega esse ano no Brasil e em Portugal pelos Hellven Records e Your Poison Records, respetivamente.

Constantemente destacados pela cena pesada da América Latina, Avernal deixa claro mais uma vez que não tem limites, trazendo a tona um disco completo, pesado, violento e com qualidade de som Bestial e super moderna, deixando claro o bom trabalho de Martin Fury que realizou a mixagem e Yarne Heylen responsável pela masterização.

São oito faixas que do início ao fim mostram toda a qualidade e talento da banda, destilando um death metal de primeira linha, música extrema corrosiva, intensa e feroz. A essência do death metal old school com um toque moderno, sabendo aproveitar todos os recursos e anos de carreira para criar uma obra que agrada á todos os amantes do estilo pesado.

Destaco a música  “La Densidad”,  lenta e sutil, a faixa se arrasta com riffs densos e uma performance mais demonizada do vocalista Cristian Rodríguez, uma ótima composição. “Hilera de Cranios” abre o álbum mostrando todo o peso de Avernal e provando logo de cara que o trabalho é excepcional. Outra faixa que ganha destaque é a última, “Carne para la Bestia”, que fecha o disco em grande estilo, sendo tudo o que os fãs do estilo querem ouvir. A banda soube como distribuir as faixas e prender a atenção dos ouvintes.

É sempre positivo quando bandas com uma história tão longa mantêm sua linha, proporcionando qualidade, produção de nível e dedicação, e não lançam discos apenas para cumprir tabela ou contratos. Avernal  é uma banda que ainda tem muito o que conquistar, e estão quase lá.

Faixas:

  1. Hilera de Craneos
  2. Kraken
  3. Arquitectura Pestilente
  4. El Ungido
  5. La Densidad
  6. Los Desesperados
  7. Frío Despertar Apocalíptico
  8. Carne para la Bestia

Formação:

Cristian Rodríguez – Voz
Federico Ramos – Guitarra
Gonzalo Varela – Guitarra
Francisco Cañardo – Baixo
Germán Rodríguez – Bateria

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do site Headbangers News e é de responsabilidade de seu autor.