Resenha de Show

Deathstars encerra primeiro dia de Horror Expo 2019 com show empolgante

O carismático vocalista “Whiplasher Bernadotte e o guitarrista Cat Casino

Karla Sthéfany


O carismático vocalista “Whiplasher Bernadotte e o guitarrista Cat Casino

Um dos grandes nomes do gothic e industrial europeu se apresentou no palco do Horror Expo 2019 na sexta-feira, 18 de outubro, encerrando o primeiro dia do evento. A banda foi uma das atrações mais esperadas para a primeira edição do Horror Expo 2019, uma experiência completa para amantes do gênero horror/terror, que contou com atrações musicais nacionais e internacionais, grandes marcas expositoras e experiências exclusivas.

Apesar de alguns imprevistos que aconteceram no primeiro dia, o evento tentou seguir as atividades como o planejado. A atração que abriria o palco musical, a banda feminina de K-pop, Highschool, não pôde se apresentar devido a falhas da produção, que montou uma bateria no meio do palco antes da apresentação das meninas, o que impossibilitou a apresentação que conta com muitos passos de dança. Houve remarcação do show do Highschool, que se apresentaria às 15h, mas tentou ser transferida para 21h – momento em que The Secret Society, e Deathstars também tocariam, por isso, foi inviável a banda se apresentar no dia. A produção do evento resolveu o imprevisto com os fãs e o Highschool se apresentou no dia seguinte.

Karla Sthéfany


Para abrir então os shows do dia, a banda brasileira The Secret Society subiu ao palco com um pouco de atraso. A banda vem obtendo grande reconhecimento de público e também da crítica especializada. Já abriram dois shows de Dee Snider (Twisted Sister) pelo Brasil, entre outros. Na estrada há mais de 20 anos, os músicos Guto Diaz (baixo e voz), Fabiano Cavassin (guitarra) e Orlando Custódio (bateria) praticam um som mesclando a união de elementos de pós-punk, death rock, gothic, metal e hard rock com letras em inglês e influências como Killing Joke, Sisters Of Mercy, Cult, Bauhaus, Cure, Gun Club e Christian Death.

Neste show, o trio curitibano lançou oficialmente o seu álbum de estreia “Rites of Fire”. A banda estava muito animada com a apresentação, pois além do lançamento do álbum, realizaram um show de abertura para a banda Deathstars em um evento inédito de Horror. A banda se prepara para abrir todos os shows da banda The Sisters of Mercy no Brasil, que acontecem no mês que vem.

Guto Diaz, baixista e vocalista da banda The Secret Society, que abriu os shows no Horror Expo 2019

Karla Sthéfany


Guto Diaz, baixista e vocalista da banda The Secret Society, que abriu os shows no Horror Expo 2019

A banda sueca Deathstars, que há duas décadas se mantém entre as principais do gênero gothic/industrial, tendo excursionado o mundo ao lado de nomes como Rammstein e Korn foi a atração musical principal da sexta-feira, 18 de outubro, com um show de aproximadamente 90 minutos de duração, que começou com uma hora de atraso. A banda também realizou um Meet & Greet especial no estande da Nuclear Blast Records, do dia seguinte à apresentação.

O quinteto, atualmente composto por Andreas “Whiplasher Bernadotte” Bergh (vocal), Emil “Nightmare Industries” Nödtveidt (guitarra e teclado), Eric “Cat Casino” Bäckman (guitarra), Jonas “Skinny Disco” Kangur (baixo) e Marcus Johansson (bateria), retornou ao Brasil quase dez anos após sua estreia no país

Karla Sthéfany


Após a turnê do álbum “The Perfect Cult”  de 2014, o Deathstars optou por dar uma pausa nas atividades, que perdurou até os primeiros meses de 2019, quando a banda iniciou a preparação das músicas para seu quinto trabalho de estúdio, ainda sem título e com lançamento previsto para 2020. Então decidiram retornar aos palcos para apresentações seletas e anunciaram a volta do guitarrista Cat Casino, integrante entre os anos de 2006 e 2013, e a entrada do baterista Marcus Johansson, que passa a ocupar o posto de Oscar “Vice” Leander.

Muitos fãs estavam ansiosos e aguardavam para rever a banda que fez muito sucesso em meados de 2002. O evento estava vazio no começo do dia, mas conforme ia anoitecendo, o público começou a chegar para prestigiar o Deathstars, e fizeram valer a pena a vinda da banda ao Brasil. O público agitou todas as músicas, com um setlist digno de uma banda com tantos anos de carreira, eles tocaram a maioria dos clássicos. Com uma ótima presença de palco, os músicos mostraram carisma e alegria em estar novamente no país, em um evento de Horror – antes e após o show, a banda se divertiu no evento, tirando fotos com os cosplays.

Karla Sthéfany


No começo do show, houve o imprevisto do vocalista cair do palco, mas nada grave que atrapalhasse a apresentação. Ele continuou como se nada tivesse acontecido, e realmente estava contente com o show e com os fãs que estavam ali. Senti falta do guitarrista e tecladista “Nightmare Industries”, que por motivos de força maior, não pode viajar com a banda e realizar o show no Brasil. Após o show a banda atendeu alguns fãs que esperavam a saída do camarim, e no dia seguinte o grupo voltou ao evento para encontrar os fãs novamente e conceder algumas entrevistas. Seguimos aguardando por um novo trabalho, previsto para o ano que vem, e quem sabe, um novo show por aqui.

Karla Sthéfany


Setlist do show do Deathstars no Horror Expo 2019, em São Paulo

Divulgação/Nuclear Blast


Setlist do show do Deathstars no Horror Expo 2019, em São Paulo


Expo Center Norte

Data: 18/10/19

Horário: 20h

Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme