Notícias

Baixista David Ellefson está oficialmente fora do Megadeth

A banda de thrash metal, Megadeth, por meio de um comunicado nas redes sociais, confirmou a expulsão do baixista David Ellefson após todo o escândalo causado pelos vídeos íntimos do baixista que foram expostos nas redes.

O líder da banda, Dave Mustaine, anunciou a saída de Ellefson em um comunicado postado hoje, 24 de maio.

“Estamos informando aos nossos fãs que David Ellefson não está mais tocando com o MEGADETH e que estamos oficialmente nos separando dele.

Não tomamos essa decisão levianamente. Embora não saibamos todos os detalhes do ocorrido, com uma relação já tensa, o que já foi revelado agora é suficiente para que o trabalho conjunto seja impossível seguir em frente.

Estamos ansiosos para ver nossos fãs na estrada neste verão e mal podemos esperar para compartilhar nossa nova música com o mundo, que já está quase completa.”

 

A saíde da David Ellefson do Megadeth ocorre duas semanas após o vazamento das mensagens e vídeos íntimos do baixista.

Megadeth já havia emitido uma declaração nas redes sociais comentando sobre as especulações em torno do envolvimento íntimo do baixista David Ellefson com uma garota menor de idade. Na madrugada deste domingo (09), mensagens com toque sexual e vídeos explícitos envolvendo o músico de 56 anos vazaram no Twitter. Hoje cedo, Ellefson divulgou uma declaração no Instagram onde a suposta garota o defende das acusações. Leia a matéria completa AQUI.

Megadeth postou:

“Estamos cientes das declarações recentes sobre David Ellefson e estamos acompanhando de perto os desenvolvimentos. No que se refere à criatividade e aos negócios, estamos todos familiarizados uns com os outros. No entanto, há claramente aspectos da vida privada de David que ele guardou para si mesmo. À medida que esta situação se desenrola, é importante que todas as vozes sejam ouvidas com clareza e respeito. Esperamos que a verdade venha à tona”.

Ellefson estava no Megadeth desde o início da banda em 1983 a 2002, quando o grupo se separou brevemente porque Mustaine sofreu graves danos nos nervos que o deixaram incapaz de tocar.