Notícias

Cradle of Filth revela seu novo single ‘Crawling King Chaos’

Alardeado das profundezas do Inferno para os encantos rústicos de Witch County, Suffolk, trinta longos e perturbadores anos atrás, Cradle of Filth é indiscutivelmente um gigante do reino do Heavy Metal. Fornecedor imperioso de uma cepa perenemente única de metal dark, amedrontador e deliberadamente extremo, com raízes profundas nos mundos do horror gótico e curiosidade oculta, a banda liderada por Dani Filth resistiu a três décadas de tumulto e provações, ganhando uma reputação formidável como uma força criativa singular e uma das bandas ao vivo mais divertidas que o mundo do metal já produziu.

Agora as portas do inferno finalmente se abriram novamente, para revelar o 13º manifesto da banda, gravado durante os períodos de lockdown de 2020 e intitulado “Existence Is Futile”. Reunidos de forma isolada, no Grindstone Studios em Suffolk (UK) com o guru do estúdio Scott Atkins (Devilment / Benediction / Vader), a mais recente obra-prima da banda é obscura, perversa e às vezes absurdamente brutal e extrema seguindo um conceito verdadeiramente niilista:

“O álbum é sobre existencialismo, medo existencial e medo do desconhecido”, explica o vocalista Dani Filth. “O conceito não foi criado pela pandemia. Nós o tínhamos escrito muito antes de começar, mas a pandemia é a ponta do novelo no que diz respeito ao rumo do mundo, sabe? Acho que o título, ‘Existence Is Futile’, soa um pouco mórbido. Mas, novamente, é mais sobre reconhecer essa verdade e dizer que tudo é permitido porque nada realmente importa, o que imita a máxima do ocultista Aleister Crowley. Todos nós sabemos que vamos morrer, portanto, podemos muito bem saciar a vida enquanto a possuímos. A faixa final do álbum – “Us, Dark, Invincible” – realmente mostra esse ponto. Além disso, a arte deste álbum foi criada pelo visionário letão Arthur Berzinsh, que também ornou os dois últimos álbuns, e isso cheira a algo extremamente belo, mas também apocalíptico.”

Os fãs mais afoitos ficarão emocionados ao saber que o ícone do terror Doug ‘Pinhead’ Bradley faz um retorno bem-vindo ao Cradle, emprestando seus tons suaves à música mais politicamente astuta da banda até o momento, a épica ‘Suffer Our Dominion’, bem como o álbum faixa bônus ‘Sisters Of The Mist’, que é a conclusão da trilogia ‘Her Ghost In The Fog’, que começou há mais de 20 anos no famoso e clássico “Midian”.

Os cães do inferno de Suffolk revelaram uma das faixas mais brutais do novo álbum, acompanhada por um videoclipe infernal dirigido por Vicente Cordero. Envenene seus olhos e ouvidos com o mais recente hino Lovecraftiano do Cradle of Filth e evoque ‘Crawling King Chaos’.

A encomenda do álbum já pode ser feita através deste link: https://bfan.link/existence-is-futile.ema

Tracklist:
The Fate Of The World On Our Shoulders
Existential Terror
Necromantic Fantasies
Crawling King Chaos
Here Comes A Candle… (Infernal Lullaby)
Black Smoke Curling From The Lips Of War
Discourse Between A Man And His Soul
The Dying Of The Embers
Ashen Mortality
How Many Tears To Nurture A Rose?
Suffer Our Dominion
Us, Dark, Invincible
Sisters Of The Mist (Bonus track)
Unleash The Hellion (Bonus track)

Formação:

Dani Filth | Vocal
Richard Shaw | Guitarra
Ashok | Guitarra
Daniel Firth | Baixo
Martin ‘Marthus’ Skaroupka | Bateria
Anabelle | Teclado e backing vocals