Notícias

Headbangers News: 10 lançamentos de 2019

O ano de 2019 trouxe muitos momentos bons, shows, e claro, grandes lançamentos. Trago aqui os discos que mais ouvi ao longo deste ano, que mais rodou no meu aparelho e ganhou ‘coração’ no Spotify.

Este ano ouvi muito mais música que em 2018. Conheci novas bandas e projetos, firmei muitas parcerias e graças a tudo isso, posso listar os 10 álbuns que mais chamaram minha atenção em 2019.

Listas são sempre muito pessoais e difíceis de fazer, mas tentei encaixar todo os os estilos de Metal que passaram pelo site.

 

Abbath - Outstrider

Abbath - Outstrider

Três anos após a estreia do seu álbum solo, Abbath substituiu toda a sua banda e gravou um novo álbum. Lançado em Julho pela gravadora Season of Mist, trouxe um  black metal norueguês com elementos thrash e NWOBHM. Um dos shows que eu mais queria ter visto este ano, mas que infelizmente teve de ser cancelado.

Abbath está indo na direção certa para criar um som próprio na cena melódica de metal e segue com sua estética que agrada aos fãs das antigas e conquista novos.

Darkthrone - Old Star

Darkthrone - Old Star

Um dos nomes mais antigos e tradicionais do black metal norueguês apresentou um trabalho que passeia por vários estilos do metal. Lançado em maio, “Old Star” traz resultados brilhantes que passeia entre death metal, black metal, thrash metal e mais uma infinidade de rótulos que não são suficientes para categorizar essa arte.

Darkthrone toca por diversão e pela paixão ao metal, assim, continuam a criar música atraente, satisfazendo muitas gerações de fãs.

 

Gaahls WYRD - GastiR

Gaahls WYRD - GastiR

Álbum de estréia da banda de metal extremo liderada pelo ex-vocalista do Gorgoroth, lançado em 31 de maio deste ano pela Season of Mist. Mesmo que o álbum esteja firmemente enraizado no Metal Extremo, a entrega vocal de Gaahl é algo inovador, um estilo particular e extremo. Chamou atenção pela atmosfera gótica, sombria e emotiva.

Por este motivo foi um dos álbuns que fiz questão de comentar e ter na minha coleção. Um Black Metal diferente de tudo que você já ouviu.

 

Kultist – The Black Goat

Kultist – The Black Goat

Um lançamento brasileiro em meio a tanto disco gringo. Com certeza merece seu espaço entre os melhores de 2019. Com nuances do black, thrash e do doom metal e inspirados em HP Lovecraft, a banda trouxe algo “a mais” com relação a tudo que ouvi dos lançamentos brasileiros.

Lançado pela Electric Funeral Records, é ótimo ver a cena independente do Brasil se destacando com um trabalho bem feito e com identidade única.

Lacuna Coil – Black Anima

Lacuna Coil – Black Anima

Lançado em Outubro pela Century Media, sempre foi uma banda que me agradou muito com seu estilo mais alternativo, a voz diferenciada da Christina Sccabia e por sempre fezer o que tinha vontade sem medo de julgamentos e com isso eles conseguiram se aventurar por novos territórios e estilos.

”Black Anima” trouxe tudo o que a banda precisava, um álbum completo com peso, escuridão e aquele toque que só o Lacuna Coil tem e o que eu sempre esperei ouvir deles.

Midnight Priest - Aggressive Hauntings

Midnight Priest - Aggressive Hauntings

Midnight Priest apresentou o mais puro e old school Heavy Metal neste trabalho lançado em Maio de 2019 pela Metal On Metal Records. O disco é todo inspirado no Heavy Metal oitentista, desde a arte da capa até as composições, que soa clássico e ao mesmo tempo moderno, devido ao espírito juvenil dos músicos.

Com um tema de filme de terror e um som nostálgico, foi o álbum que representou o cenário independente de Portugal.

Rammstein - Rammstein

Rammstein - Rammstein

Conhecidos por seus vídeos provocantes e letras pesadas, esse lançamentos feito após 10 anos do último disco não poderia ser diferente. Este que pode ser o último registro da banda, foi lançado Maio, trouxe um metal industrial com riffs mecânicos, batidas pesadas e repleto de elementos eletrônicos.

Rammstein ainda é pervertido, sofredor e ridiculamente exagerado. Nada de tão inovador nesse novo trabalho, mas ainda sim, é um grande disco e que merece seu lugar no ranking.

SlipKnot - We Are Not Your Kind

SlipKnot - We Are Not Your Kind

O tão esperando disco da banda foi lançado em Agosto, após um hiato de 5 anos. Um registro surpreendente de metal extremo. É puro Slipknot – agressivo, com melodias bem trabalhadas e ótima performance ao vivo. A banda mostra seu conhecimento de que o crescimento e evolução são necessários para prosperar, e isso os levaram a um momento de avanço musical.

Neste disco o Slipknot fez mais do que jogar com seus pontos fortes, eles ampliaram seus parâmetros, levando a banda em direções musicais que eles anteriormente apenas sugeriam. Esse disco vai mais além do que tudo que você já escutou de SlipKnot. Eles mostraram que evoluíram, mas de alguma forma permaneceram fiéis ao seu núcleo, à medida que tudo à sua volta (e até mesmo a sua formação) mudou.

The 69 Eyes - West End

The 69 Eyes - West End

The 69 Eyes retornou com seu novo trabalho, comemorando 30 anos de carreira e moldando o gênero Goth ‘n’ Rock como nenhuma outra banda conseguiu fazer. Lançado em Setembro pela Nuclear Blast e distribuído no Brasil pela Shinigami Records, “West End” mostrou que os Vampiros estão mais vivos do que nunca e prova que o estilo gótico ainda está vivo no mercado

O álbum é bom e foi uma audição que me agradou bastante, trazendo nostalgia e a confirmação de um show do The 69 Eyes no Brasil em 2020.

Venomous - The Black Embrace

Venomous - The Black Embrace

Outro disco brasileiro digno de representar a nova safra de Metal do país. Além do grande trabalho, a banda é carismática e cuidadosa ao apresentar o novo trabalho em uma coletiva de imprensa bem aconchegante e que tivemos a honra de ser convidados.

Venomous trouxe um álbum inovador com elementos nunca usados pela banda, um amadurecimento musical que poucas bandas conseguem e conquistou notoriedade dentro e fora do Brasil.

Agradecemos a todos que nos acompanharam neste ano, nossos leitores, as bandas e os selos e gravadoras parceiras. Que 2020 traga mais música!