Notícias

Morre Eddie Clarke, guitarrista da formação original do Motorhead, aos 67 anos

(e/d) Phil Taylor, Lemmy Kilmister e Eddie Clarke, na formação

Reprodução

(e/d) Phil Taylor, Lemmy Kilmister e Eddie Clarke, na formação "clássica" do Motorhead.

“Fast” Eddie Clarke, de 67 anos, o último membro original da banda Motorhead, morreu na quarta-feira, 10, internado em um hospital após ter contraído uma pneumonia.

Em sua página oficial do Facebook a banda publicou a notícia com uma declaração que dizia:

“Estamos devastados por transmitir as notícias que acabamos de ouvir mais cedo esta noite …
Edward Allan Clarke – ou como todos nós o conhecemos e o amamos, Eddie Clarke – morreu pacificamente ontem.”

O “Fast” Eddie ajudou a revigorar o heavy metal nos anos 70 e 80, fazendo com que o Motorhead conseguisse lançar uma série de álbuns e singles que ficaram entre os mais vendidos da época.

O músico, nascido Edward Allan Clarke em Twickenham em 1950, juntou-se ao Motorhead em 1976. Junto com o baterista Phil Taylor e o vocalista e baixista Lemmy, é considerado parte da melhor formação da banda. O trio lançou o álbum auto-intitulado Motorhead em 1977 e produziu hits como “Ace of Spades”. Clarke também assumiu os vocais em várias canções da banda.

 

Eddie Clarke (c) era o último dos

Eddie Clarke (c) era o último dos "Três Amigos" do Motorhead que ainda estava vivo. Ele morreu de pneumonia, razão pela qual estava internado há vários dias.

Clarke deixou o grupo em 1982 e foi substituído pelo guitarrista do Thin Lizzy, Brian Robertson.  Depois disso, Clarke formou a banda de rock Fastway com Pete Way, baixista da UFO. A banda lançou sete álbuns e participou de uma turnê com o AC/DC.

Em anos posteriores, Clarke se reuniu com seus companheiros de Motorhead. Em 2000, ele fez uma aparição no show do 25º aniversário na Brixton Academy, em Londres. Ele também se juntou a Lemmy em 2014 para tocar “Ace of Spades” durante um show na Birmingham Arena.

Clarke era o último membro sobrevivente da formação “clássica” do Motörhead. Phil Taylor morreu de insuficiência hepática em novembro de 2015, e Lemmy perdeu sua batalha contra o câncer no mês seguinte.