Notícias

Sacred Reich lança hoje novo álbum ‘Awakening’

A espera de 23 anos acabou! “Awakening”, o novo álbum das lendas do Thrash, Sacred Reich, saiu hoje pela Metal Blade Records e está disponível em metalblade.com/sacredreich.

Acompanhando o lançamento de seu primeiro novo álbum em mais de duas décadas, está o terceiro vídeo da faixa “Divide and Conquer”.

“Awakening” já recebeu elogios unânimes da mídia, com o Metal Hammer chamando de “uma campanha constante de riffs de dar água na boca e coro de gritos”, Revolver alegando que o Sacred Reich “prova que eles estão mais pesados e furiosos do que nunca com uma tomada áspera e barulhenta que empurra os limites do thrash para uma experiência altamente única e socadora”.

Falando sobre o lançamento do Awakening, o vocalista e baixista Phil Rind disse: “Estamos muito empolgados em compartilhar ‘Awakening’ com todos! Tivemos um tempo incrível gravando. Foi uma experiência divertida e positiva. Nós esperamos que vocês possam sentir isso ao ouvir o álbum. Aos fãs que apoiaram o Sacred Reich por todos esses anos, agradecemos do fundo do coração. Nada disso seria possível sem vocês. Esperamos que vocês gostem do disco tanto quanto nós. Vejo vocês na estrada! Paz e amor … Sacred Reich”

Para comemorar o lançamento do novo disco, o Sacred Reich fará uma festa de lançamento de álbuns esta noite no True Tattoo em Hollywood, CA, lar do lendário artista Paul Stottler. Os fãs antigos do Sacred Reich conhecerão Paul como o artista que criou o logotipo da banda, a arte e seu icônico mascote ‘O.D’. Ele também desenhou a capa do álbum “Awakening”.


Vinte e três anos depois de lançar seu último álbum, o Sacred Reich está retornando com força com o novo trabalho. O novo álbum mostra tudo o que um fã espera do grupo de Phoenix, Arizona, uma coleção atemporal composta de thrash empolgante, grooves esmagadores, solos assassinos e letras socialmente conscientes que demonstram uma verdadeira compreensão de tudo o que é mais importante no mundo. O retorno de Dave McClain, que ocupou o trono da bateria de 1991 a 1997, e a adição de Joey Radziwill, de 22 anos, tocando guitarra, ao lado dos guitarristas Wiley Arnett e vocalista / baixista Phil Rind, são facetas integrais do disco.


Faixas: 
1. Awakening
2. Divide & Conquer
3. Salvation
4. Manifest Reality
5. Killing Machine
6. Death Valley
7. Revolution
8. Something to Believe